Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Cultivo de Células-Tronco do Cordão Umbilical

Ir em baixo 
AutorMensagem
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Cultivo de Células-Tronco do Cordão Umbilical   Sex Ago 02, 2013 1:43 am

Cultivo de células-tronco no cordão umbilical e placentário -

O cordão umbilical e a placenta são órgãos temporários. O cordão umbilical, em seres humanos, começa a se formar entre a quarta e a oitava semana do desenvolvimento embrionário e contém duas artérias e uma veia imersas em um tecido conjuntivo mucoso especializado, denominado de geleia de Wharton. A geleia de Wharton contém células estromais do tipo fibroblastóides, fibras colágenas e proteoglicanos que previnem a compressão, torção e o dobramento dos vasos inclusos, que permite um fluxo sanguíneo bidirecional entre circulação fetal e materna. As células circulantes no SCUP (sangue de cordão umbilical e placentário) têm características semelhantes às HSC da MO (medula óssea). O primeiro paciente a receber células de SCUP compatíveis foi uma criança portadora de anemia de Fanconi, doadas por sua irmã recém-nascida. O interessante, é a possibilidade do uso dessas células em transplantes alogênicos não aparentados. O maior acervo de SCUP é em Nova Iorque com 30.000 unidades criopreservadas. Em 2000, o Brasil criou Bancos de sangue de SCUP (BSCUP). Há uma hipótese de que SCUP seja fonte também de MSC (mesenchymal stem cells). A SCUP é bastante vantajosa porque é um material descartado após o nascimento, não causa risco ao doador, não envolve questões éticas e não necessita de uma metodologia invasiva para sua obtenção. Além, a SCUP tem telômeros mais longos, é rico em células em estágio mais primitivo de desenvolvimento, os linfócitos T possuem um fenótipo imaturo (naive). Uma desvantagem é a quantidade de células para transplante limitada (em torno de 109 de células). A dose ideal para um transplante é de 3 X 107 células/kg de peso corporal.
Processamento do sangue do cordão umbilical (células mononucleares) -
1. Mensurar o volume de sangue de cordão coletado. Anotar;
2. Diluir com salina (NaCl 0,9%) até o dobro do volume mensurado. Homogenizar;
3. Retirar 100-200µL de amostra para contagem;
4. Proceder à contagem (automático ou manual). Anotar;
5. Colocar em Ficoll-PaqueTM PLUS (1 volume de Ficoll:2 volumes de SCUP diluído);
6. Depositar o SCUP lentamente sobre o Ficoll;
7. Centrifugar a 750 x g por 30 minutos, 15-20oC;
8. Extraia o anel de células mononucleares que fica entre o Ficoll e o plasma;
9. Ressuspenda em salina com albumina humana (2-5%) em um volume de 2 a 20ml;
10. Retire 100-200µL de amostra para contagem;
11. Calcule o percentual de recuperação de células usando a fórmula:
(número de células final X volume final) X 100 / (número de células inicial x volume inicial).
----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Cultivo de Células-Tronco do Cordão Umbilical
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 133 - UFPE :: CV propriamente dito-
Ir para: