Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 RESUMO PCIH

Ir em baixo 
AutorMensagem
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: RESUMO PCIH   Sab Nov 16, 2013 6:32 pm

Resumo do PROGRAMA DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR - PCIH (SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS)

São ações com vistas à redução máxima das infecções hospitalares. Os hospitais deverão constituir COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH), composta de profissionais da área de saúde, de nível superior, formalmente designados. Os membros da CCIH serão de dois tipos: consultores e executores. Os membros consultores serão representantes, dos seguintes serviços: serviço médico; serviço de enfermagem; serviço de farmácia; laboratório de microbiologia; administração. Os membros executores serão 2 (dois) para cada 200 (duzentos) leitos, e um dos membros 01 (um) enfermeiro. Considera-se pacientes críticos: pacientes de terapia intensiva (adulto, pediátrico e neonatal); pacientes de berçário de alto risco; pacientes queimados; pacientes submetidos a transplantes de órgãos; pacientes hemato-oncológicos; pacientes com AIDS. Cabe ao CCIH: Adequação, implementação e supervisão das normas e rotinas técnico-operacionais, visando a prevenção e controle das infecções hospitalares; capacitação do quadro de funcionários; uso racional de antimicrobianos, germicidas e materiais médico-hospitalares; realizar investigação epidemiológica de casos e surtos, sempre que indicado, e implantar medidas imediatas de controle; notificar ao SUS os casos diagnosticados ou suspeitos de outras doenças sob vigilância epidemiológica (notificação compulsória). Infecção Comunitária (IC) é aquela constatada ou em incubação no ato de admissão do paciente, desde que não relacionada com internação anterior no mesmo hospital. É também Comunitária, a infecção em recém-nascido cuja aquisição por via transplacentária é conhecida ou foi comprovada e que se tornou evidente logo após o nascimento (exemplo, herpes simples, toxoplasmose, rubéola, citomegalovirose, sífilis e AIDS). Infecção Hospitalar é aquela adquirida após a admissão do paciente e que se manifeste durante a internação ou após a alta. Vigilância Epidemiológica das infecções hospitalares é a observação ativa, sistemática e contínua de sua ocorrência e de sua distribuição entre pacientes hospitalizados ou não, e dos eventos e condições que afetam o risco de sua ocorrência, com vistas à execução oportuna das ações de prevenção e controle. São indicados os métodos prospectivos, retrospectivos e transversais, visando determinar taxas de incidência e prevalência. A Taxa de Infecção Hospitalar é calculada tomando como numerador o número de episódios de infecção hospitalar no período considerado, e como denominador o total de saídas (altas, óbitos e transferências) ou entradas no mesmo período. O Coeficiente de Sensibilidade aos Antimicrobianos é calculado tendo como numerador o número de cepas bacterianas de um determinado microrganismo sensível a determinado antimicrobiano, e como denominador o número total de cepas testadas do mesmo agente com antibiograma realizado a partir dos espécimes encontrados. A Taxa de Letalidade associada a Infecção Hospitalar é calculada tendo como numerador o número de óbitos ocorridos de pacientes com infecção hospitalar no período considerado, e como denominador o número de pacientes que desenvolveram infecção hospitalar no período.
Isto é um resumo.
Hélia Cannizzaro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rebeca Cavalcante



Mensagens : 4
Data de inscrição : 29/10/2013

MensagemAssunto: Re: RESUMO PCIH   Seg Nov 18, 2013 10:51 pm

A importância do desenvolvimento dessas tarefas é reforçada por trabalhos reconhecidos internacionalmente. Como exemplo, podemos citar estudos internacionais afirmando que um programa de controle de infecção hospitalar bem conduzido reduz em 30% a taxa de infecção do serviço. Além disso, um PCIH em pleno funcionamento garante a orientação de ações básicas de assistência á saúde e previne o uso indiscriminado de antimicrobianos e germicidas hospitalares, evitando a resistência e contribuindo para uma sensível diminuição dos custos hospitalares globais.
Fonte: ANVISA
Achei interessante, uma vez que nunca tinha ouvido falar desse programa, mas inúmeros são os casos de infecções hospitalares que remetem à programas como o citado acima. Também me deparei com a seguinte afirmação, "gastamos a maior parte de nosso tempo apagando incêndios", o que me levou a refletir sobre o quanto precisamos repensar nossos atos, uma vez que ao invés de tentar parar de apagar as chamas, buscar combater o que as provoca; medidas simples como a disponibilidade de solução alcóolica para a higienização das mãos dos profissionais de saúde em todos os pontos de atendimento aos pacientes ou uma veemente fiscalização de farmácias e drogarias no que se refere à receita médica durante a venda dos antibióticos são essenciais para reforçar a prevenção de infecções por microrganismos multirresistentes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
RESUMO PCIH
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Filmes baseados em contos do Lovecraft
» [Off] Os Ventos do Inverno (Livro 6 de As Crônicas de Gelo e Fogo) não tem previsão para 2015 e...
» PS4 e Xone estão com uma base instalada 60% maior que seus antecessores
» Resumo do mal que a 343i já causou a franquia Halo
» Resumo do clan

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 134 - UFPE-
Ir para: