Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Resumo de hemodinâmica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
allanma



Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/03/2015

MensagemAssunto: Resumo de hemodinâmica   Dom Mar 29, 2015 2:37 am

A hemodinâmica é um dos ramos básicos do estudo da fisiologia cardiovascular, correspondendo à observação dos parâmetros determinantes do movimento sanguíneo pelo organismo humano. Sabe-se que é possível dividir a circulação geral em duas menores: a circulação pulmonar ou pequena; e a circulação sistêmica ou grande. Como a nomenclatura sugere, a circulação pulmonar representa um sistema menor e que funciona a uma menor diferença de pressão do que a sistêmica. Mas de que forma podemos determinar a diferença de pressão em uma área de todo o sistema cardiovascular? Por meio da seguinte fórmula:
ΔP = F x R , em que
 ΔP representa a diferença de pressão de um ponto a outro;
 F representa o fluxo sanguíneo, comumente representado por L/min ou mL/min;
 R representa a resistência vascular presente.

Essa fórmula pode ser considerada a base do estudo da hemodinâmica e é possível depreender algumas observações dela. Primeiramente, torna-se lógico o fato de que a circulação sistêmica trabalha a uma diferença pressórica muito maior que a pulmonar, uma vez que a primeira apresenta uma resistência muito maior. Também é possível deduzir o nível de funcionamento do sistema cardiovascular a partir do fluxo, que em condições de repouso e laminar é aproximadamente 5L/min, podendo chegar a 18 L/min em alguns organismos em períodos de exercício intenso. É importante ressaltar que o fluxo geral do organismo é praticamente constante – o que significa que a quantidade de sangue que sai do coração é a mesma que volta - , sendo variável apenas o fluxo de tecidos em particular, que depende das necessidades teciduais. E uma vez que o fluxo geral é praticamente a mesma, a variável determinante da diferença de pressão é a resistência. A resistência, por sua vez, é diretamente a proporcional à viscosidade do sangue e o comprimento do vaso, e inversamente proporcional ao raio do vaso sanguíneo (elevado a quarta potência).

Outras fórmulas básicas cruciais ao estudo da hemodinâmica são:
Débito cardíaco = frequência cardíaca x volume de ejeção sistólico;
Velocidade do fluxo = fluxo sanguíneo x área do vaso em corte transversal.

Essas fórmulas, associadas à primeira, além de necessárias para o maior entendimento do sistema cardiovascular, são importantes pela a aplicação de conceitos no diagnóstico de cardiopatias. A aplicabilidade desses conceitos estão presentes, principalmente, nos laboratórios de hemodinâmica. Nesse tipo de laboratório é realizado o cateterismo cardíaco ou angioplastia. Esse é procedimento é do tipo invasivo, por ser necessário atuar diretamente nos órgãos internos. O cateterismo cardíaco consiste na aplicação de um cateter, tubo delgado e flexível, com o objetivo de registrar pressões, colher amostrar sanguíneos e/ou aplicar contraste radiológico. Então, é possível, por exemplo, encontrar artérias obstruídas por placas ateroscleróticas por meio do contraste radiológico. A partir disso, uma nova funcionalidade é atribuída à angioplastia: a aplicação de um balão insuflado (stent), a partir do cateter, desobstruindo uma artéria.  O procedimento é muito útil por aumentar o raio do vaso, isto é, reduzir a resistência e otimizar o fluxo em uma área isquêmica. Estima-se, ainda, que a aplicação do stent reduziu em 4% a mortalidade entre infartados contemplados pelo serviço.

Para quem tem interesse em se aprofundar um pouco mais: http://www.hc.unicamp.br/?q=node/195
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
murilo.pereira



Mensagens : 8
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Resumo de hemodinâmica   Dom Mar 29, 2015 12:24 pm

Resumo muito interessante, a hemodinâmica é imprescindível para compreender plenamente alguns aspectos da fisiologia cardiovascular como débito cardíaco e alguns mecanismos de regulação da pressão arterial. Acho válido ressaltar a "interseção" que a hemodinâmica possui com a histologia, já que fatores como hematócrito e a natureza do vaso influem no fluxo. Sem o conhecimento histológico, não há como relacionar hematócrito e variações do fluxo sanguíneo (a explicação por trás de anemia poder afetar o débito cardíaco) ou compreender a vasomotilidade das metarteríolas e sua relação com o fluxo capilar. Achei a revisão proposta pelo resumo bastante proveitosa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
julia.barreto



Mensagens : 6
Data de inscrição : 20/03/2015

MensagemAssunto: Re: Resumo de hemodinâmica   Dom Mar 29, 2015 2:06 pm

Gostei muito de resumo, Allan. Obrigada Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hamires



Mensagens : 4
Data de inscrição : 22/03/2015

MensagemAssunto: Re: Resumo de hemodinâmica   Dom Mar 29, 2015 4:26 pm

Ótimo resumo! Vai ajudar bastante nos estudos.
Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Resumo de hemodinâmica   Dom Mar 29, 2015 7:26 pm

Allan
Perfeito.
Que todos leiam.
Quando era estudante de Medicina (sexto período), ao lado do IMIP tem o Hospital Pedro II,
lá fiz um estágio se seis meses, em Hemodinâmica, com o Dr. Gilvan Thompson.
Foi excelente para minha formação. Sem coração não dá para ser Médico.
Parabéns.


allanma escreveu:
A hemodinâmica é um dos ramos básicos do estudo da fisiologia cardiovascular, correspondendo à observação dos parâmetros determinantes do movimento sanguíneo pelo organismo humano. Sabe-se que é possível dividir a circulação geral em duas menores: a circulação pulmonar ou pequena; e a circulação sistêmica ou grande. Como a nomenclatura sugere, a circulação pulmonar representa um sistema menor e que funciona a uma menor diferença de pressão do que a sistêmica. Mas de que forma podemos determinar a diferença de pressão em uma área de todo o sistema cardiovascular? Por meio da seguinte fórmula:
ΔP = F x R , em que
 ΔP representa a diferença de pressão de um ponto a outro;
 F representa o fluxo sanguíneo, comumente representado por L/min ou mL/min;
 R representa a resistência vascular presente.

Essa fórmula pode ser considerada a base do estudo da hemodinâmica e é possível depreender algumas observações dela. Primeiramente, torna-se lógico o fato de que a circulação sistêmica trabalha a uma diferença pressórica muito maior que a pulmonar, uma vez que a primeira apresenta uma resistência muito maior. Também é possível deduzir o nível de funcionamento do sistema cardiovascular a partir do fluxo, que em condições de repouso e laminar é aproximadamente 5L/min, podendo chegar a 18 L/min em alguns organismos em períodos de exercício intenso. É importante ressaltar que o fluxo geral do organismo é praticamente constante – o que significa que a quantidade de sangue que sai do coração é a mesma que volta - , sendo variável apenas o fluxo de tecidos em particular, que depende das necessidades teciduais. E uma vez que o fluxo geral é praticamente a mesma, a variável determinante da diferença de pressão é a resistência. A resistência, por sua vez, é diretamente a proporcional à viscosidade do sangue e o comprimento do vaso, e inversamente proporcional ao raio do vaso sanguíneo (elevado a quarta potência).

Outras fórmulas básicas cruciais ao estudo da hemodinâmica são:
Débito cardíaco = frequência cardíaca x volume de ejeção sistólico;
Velocidade do fluxo = fluxo sanguíneo x área do vaso em corte transversal.

Essas fórmulas, associadas à primeira, além de necessárias para o maior entendimento do sistema cardiovascular, são importantes pela a aplicação de conceitos no diagnóstico de cardiopatias. A aplicabilidade desses conceitos estão presentes, principalmente, nos laboratórios de hemodinâmica. Nesse tipo de laboratório é realizado o cateterismo cardíaco ou angioplastia. Esse é procedimento é do tipo invasivo, por ser necessário atuar diretamente nos órgãos internos. O cateterismo cardíaco consiste na aplicação de um cateter, tubo delgado e flexível, com o objetivo de registrar pressões, colher amostrar sanguíneos e/ou aplicar contraste radiológico. Então, é possível, por exemplo, encontrar artérias obstruídas por placas ateroscleróticas por meio do contraste radiológico. A partir disso, uma nova funcionalidade é atribuída à angioplastia: a aplicação de um balão insuflado (stent), a partir do cateter, desobstruindo uma artéria.  O procedimento é muito útil por aumentar o raio do vaso, isto é, reduzir a resistência e otimizar o fluxo em uma área isquêmica. Estima-se, ainda, que a aplicação do stent reduziu em 4% a mortalidade entre infartados contemplados pelo serviço.

Para quem tem interesse em se aprofundar um pouco mais: http://www.hc.unicamp.br/?q=node/195
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ariadne Souto Maior



Mensagens : 10
Data de inscrição : 22/03/2015

MensagemAssunto: Re: Resumo de hemodinâmica   Seg Mar 30, 2015 8:35 pm

valeu Allan! Vai ser ótimo para estudar!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danilo Aires

avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 18/03/2015
Idade : 23

MensagemAssunto: Re: Resumo de hemodinâmica   Dom Abr 05, 2015 3:58 pm

Valeu, Allan. Muito bom! Mas a fórmula da velocidade seria fluxo dividido pela área e não multiplicado, né?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Resumo de hemodinâmica   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Resumo de hemodinâmica
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Internacional] Turkish é premiada na classe econômica
» Resumo da E3 (Opinião Pessoal)
» [Internacional] Resumo da Copa a bordo - LAN
» Resumo de voos
» Velocidade Aerodinâmica

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 137 :: CV Propriamente dito-
Ir para: