Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Fascíola hepática

Ir em baixo 
AutorMensagem
Fabio Henrique



Mensagens : 1
Data de inscrição : 18/07/2013

MensagemAssunto: Fascíola hepática   Sab Jul 20, 2013 8:07 pm

Fascíola Hepática
 A fascíola Hepática é um parasita de canais biliares de bovinos ovinos e vários mamíferos silvestres, eventualmente pode parasitar seres humanas. Seu diagnostico clinico é muito difícil, fato que demanda exames laboratoriais.
 Um fato importante sobre esse parasito é que  o seu estagio de desenvolvimento gera patogenias diferentes. Visto que as formas imaturas atacam o tecido hepático, podendo  causar hemorragias decorrentes da destruição de vasos intra-hepáticos. Por outro lado, as formas adultas atacam os ductos biliares, causando irritações e ulcerações no endotélio do mesmo. Desse modo, em decorrência da resposta cicatricial, há diminuição do fluxo biliar, podendo resultar em cirrose e insuficiência hepática.        
Pergunta:
Prof.ª Hélia Cannizzaro
- O aumento de bilirrubina direta em um hemograma pode ser um indício de fasciolose?
-Na fase inicial, essa alteração no fluxo biliar poderia causar cálculos biliares, ou isso seria o menor dos problemas.  

Fábio Henrique de Amorim Arôxa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Débora Campello



Mensagens : 1
Data de inscrição : 24/07/2013
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Fascíola hepática   Qua Jul 24, 2013 3:56 am

Na minha opinião, acho que a formação de cálculos biliares seria realmente o menor dos problemas, visto que a hemorragia do fígado acarretaria prejuízos generalizados para o funcionamento do organismo, devido a abrangência funcional do fígado. Além do que, quando você falou de afetar os ductos biliares, a meu ver não incluiria diretamente a vesícula (local de formação dos cálculos). Entendi, por sua breve explicação, que a redução do fluxo biliar seria principalmente por prejuízo aos ductos intra-hepáticos, e, até onde sei, os cálculos seriam gerados pelo acumulo de bile no interior da vesícula biliar. Nesse caso acho que o problema estaria, justamente, na produção de bile e não em seu excesso.
Fábio suas perguntas foram muito bem colocadas, espero que eu possa ter sido útil de alguma forma. Mas esperarei pela resposta da professora para maiores esclarecimentos e correções se caso eu estiver errada em algum aspecto mencionado anteriormente.

Débora Campello
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Fascíola hepática   Qui Ago 01, 2013 4:28 pm

Fábio Henrique
A fascíola hepática é rara.
Vamos à polêmica dos ductos biliares: os ductos biliares (intra-hepáticos) são formados
pelas membranas dos hepatócitos (parênquima). A maior frequência do aumento de BbD (bilirrubina direta) é quando a colestase é extra-hepática (a BbI já foi conjugada com ácido glicurônico no fígado), ou seja, na obstrução dos ductos maiores que se seguem para o intestino. Outro marco desta obstrução é o aumento de fosfatase alcalina.
Uma correção: A BbD e a fosfatase alcalina não são dosadas no hemograma (como você se expressou), mas é um exame no sangue distinto do hemograma com VHS.
O marco para diagnóstico desta patologia é:
1. Ovos do agente da fasciolíase nas fezes ou líquido duodenal;
2. Acs por enzimoimunoensaio (EIE) a partir da 2-4 semanas após contaminação;
3. Este exame pode dar reação cruzada com esquistossomose e triquinelose;
4. Outro excelente exame é a IFI (imunofluorescência indireta) em 80% dos casos;
5. A FC (fixação de complemento) só dá positiva em 14% dos casos;
6. Há elevação dos eosinófilos (que sempre deve despertar, seu aumento, a atenção do médico para a pesquisa de parasitoses ou alergias);
7. Os testes de função hepática são anormais (quais são os testes de função hepática?);
8. Uma excelente Monografia/Tese seria um Projeto com financiamento do CNPq ou Capes, etc., com material específico incluso os kits IFI, medidores de função hepática, etc., para avaliar, a nível de Saúde Pública, a incidência / prevalência em 2013 de Fascíola Hepática na Regiâo Rural (dos que operam de frente com esses animais).
Hélia Cannizzaro

Fabio Henrique escreveu:
Fascíola Hepática
 A fascíola Hepática é um parasita de canais biliares de bovinos ovinos e vários mamíferos silvestres, eventualmente pode parasitar seres humanas. Seu diagnostico clinico é muito difícil, fato que demanda exames laboratoriais.
 Um fato importante sobre esse parasito é que  o seu estagio de desenvolvimento gera patogenias diferentes. Visto que as formas imaturas atacam o tecido hepático, podendo  causar hemorragias decorrentes da destruição de vasos intra-hepáticos. Por outro lado, as formas adultas atacam os ductos biliares, causando irritações e ulcerações no endotélio do mesmo. Desse modo, em decorrência da resposta cicatricial, há diminuição do fluxo biliar, podendo resultar em cirrose e insuficiência hepática.        
Pergunta:
Prof.ª Hélia Cannizzaro
- O aumento de bilirrubina direta em um hemograma pode ser um indício de fasciolose?
-Na fase inicial, essa alteração no fluxo biliar poderia causar cálculos biliares, ou isso seria o menor dos problemas.  

Fábio Henrique de Amorim Arôxa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fascíola hepática   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fascíola hepática
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 133 - UFPE :: CV propriamente dito-
Ir para: