Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Anemia Aplásica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Anemia Aplásica   Sab Mar 28, 2015 5:56 pm

Por falha na MO (medula óssea)
Leva a uma pancitopenia (diminuição de todos os corpúsculos e células), no sangue periférico e na MO.
1. Leucopenia (=diminuição no número dos leucócitos);
2. Contagem de plaquetas abaixo de 150.000/mm3 de sangue (normal: 250.000 a 400.000/mm3 de sangue);
3. Anemia normocrômica (coloração) e normocítica (no tamanho);
4. A MO é hipocelular;
5. Contagem de reticulócitos diminuída (lembrar, do aumento de reticulócitos na anemia hemolítica);
6. Diminuição de células-tronco CD34 (citometria de fluxo). Lembrar, que cada célula do corpo tem seu próprio fenótipo expresso na membrana plasmática. A célula tronco expressa CD34, e os ensaios detectam os CD com anti-CD específico. É um ramo de diferenciação = CD = cluster differentiation.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
moacyr neto



Mensagens : 4
Data de inscrição : 28/03/2015

MensagemAssunto: Re: Anemia Aplásica   Sab Mar 28, 2015 6:12 pm

A medula óssea é responsável pela hematopoiese e pode acontecer desta função ser alterada, levando assim a uma queda no números das células sanguíneas (hemácias, leucócitos e plaquetas), essa queda generalizada é chamada de anemia aplástica. Os sintomas estão relacionados com o trabalho ineficiente destas células, por exemplo, falta de ar, taquicardia e palidez devido ao baixo número de hemácias; infecções frequentes devido à diminuição dos leucócitos e hemorragia constante causado pela deficiência plaquetária. O transplante de medula óssea é o único meio de tratamento eficaz no combate à anemia aplástica, que, embora eficiente, também traz alguns riscos ao indivíduo (rejeição do transplante, por exemplo).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Anemia Aplásica   Sab Mar 28, 2015 6:17 pm

Moacyr Neto
Você ofereceu uma visão completa da clínica médica, nesses pacientes.
O nome pode ser aplástica ou aplásica. Ambos estão certos.
O que leva esta aplasia (causas?) para culminar num transplante (e da dificuldade de compatibilidade?)

moacyr neto escreveu:
A medula óssea é responsável pela hematopoiese e pode acontecer desta função ser alterada, levando assim a uma queda no números das células sanguíneas (hemácias, leucócitos e plaquetas), essa queda generalizada é chamada de anemia aplástica. Os sintomas estão relacionados com o trabalho ineficiente destas células, por exemplo, falta de ar, taquicardia e palidez devido ao baixo número de hemácias; infecções frequentes devido à diminuição dos leucócitos e hemorragia constante  causado pela deficiência plaquetária. O transplante de medula óssea é o único meio de tratamento eficaz no combate à anemia aplástica, que, embora eficiente, também traz alguns riscos ao indivíduo (rejeição do transplante, por exemplo).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
moacyr neto



Mensagens : 4
Data de inscrição : 28/03/2015

MensagemAssunto: Re: Anemia Aplásica   Sab Mar 28, 2015 6:34 pm

Esta doença pode ter origem congênita, mas também pode ser de ordem auto-imune ou pela assimilação de algum tóxico pela medula (inclusive algum medicamento como o cloranfenicol). Porém em cerca de metade dos casos não se consegue determinar uma causa. O transplante de medula óssea é difícil pois apenas 25% dos pacientes possuem doadores compatíveis, além de que se a doença for de origem auto imune, o "ataque" à medula pode continuar mesmo após o transplante e se for causada por um composto tóxico, pode ser que resquícios deste composto no corpo afete a medula novamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Anemia Aplásica   Sab Mar 28, 2015 6:43 pm

Moacyr Neto
Independente de ser ou não auto-imune, após transplantes há obrigatoriamente que controlar
a rejeição do receptor versus doador através de imunossupressores. Isto, em qualquer transplante
não só o de MO.
Existem várias causas, e uma delas, pasme, é o uso de inseticidas cada vez mais utilizado.

moacyr neto escreveu:
Esta doença pode ter origem congênita, mas também pode ser de ordem auto-imune ou pela assimilação de algum tóxico pela medula (inclusive algum medicamento como o cloranfenicol). Porém em cerca de metade dos casos não se consegue determinar uma causa. O transplante de medula óssea é difícil pois apenas 25% dos pacientes possuem doadores compatíveis, além de que se a doença for de origem auto imune, o "ataque" à medula pode continuar mesmo após o transplante e se for causada por um composto tóxico, pode ser que resquícios deste composto no corpo afete a medula novamente.  
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
julia.barreto



Mensagens : 6
Data de inscrição : 20/03/2015

MensagemAssunto: Re: Anemia Aplásica   Sab Mar 28, 2015 6:44 pm

Pelo que pesquisei, a anemia aplásica deve ser denominada de aplasia medular, já que essa patologia acomete a medula óssea e sua função hematopoiética, logo prejudica a produção não só de hemácias, mas também de plaquetas e leucócitos.
Li que a aplasia medular pode ocorrer devido a: mecanismos autoimunes, intoxicação da medula óssea, infecção viral, radiação. Por ser difícil definir a causa da patologia, ela é classificada como idiopática. Existem outras causas, professora?
Essa disfunção na síntese de células sanguíneas poderá causar micro-hemorragias (petéquias) sangramento, falta de ar, taquicardia, infecções frequentes, entre outros.

Professora, eu não entendi muito bem a questão dos reticulócitos e a relação deles com o número de hemácias ou a ocorrência de hemorragias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Anemia Aplásica   Sab Mar 28, 2015 7:14 pm

Júlia Barreto
A "questão dos reticulócitos" é que com a aplasia há uma carência global de formação celular
e corpuscular, e dos precursores, apesar das CFU (unidades formadoras de colônia) estarem normais.
O reticulócito é um precursor. Quando faço punção de MO (para o mielograma) e detecto uma aplasia, vejo claramente uma pobreza de células precursoras.
A hemorragia não está relacionada aos reticulócitos, mas a escassez de megacariócitos que se fragmentam em plaquetas. Apesar da regularidade dos fatores de coagulação, do fígado, que fazem a hemostasia secundária (definitiva).

julia.barreto escreveu:
Pelo que pesquisei, a anemia aplásica deve ser denominada de aplasia medular, já que essa patologia acomete a medula óssea e sua função hematopoiética, logo prejudica a produção não só de hemácias, mas também de plaquetas e leucócitos.
Li que a aplasia medular pode ocorrer devido a: mecanismos autoimunes, intoxicação da medula óssea, infecção viral, radiação. Por ser difícil definir a causa da patologia, ela é classificada como idiopática. Existem outras causas, professora?
Essa disfunção na síntese de células sanguíneas poderá causar micro-hemorragias (petéquias) sangramento, falta de ar, taquicardia, infecções frequentes, entre outros.

Professora, eu não entendi muito bem a questão dos reticulócitos e a relação deles com o número de hemácias ou a ocorrência de hemorragias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Anemia Aplásica   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Anemia Aplásica
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Física pura - Olivet Pong Shots
» [Dúvida] Auto-reprodução de Música PS3
» Qual o nome do CD que tem essa música?
» [DÚVIDA] APERTAR 2 VAI PRA PRÓXIMA MÚSICA, APERTAR 1 VOLTA A MÚSICA ANTERIOR
» COMO POSSO FAZER UMA FÍSICA PARA MOTOS NO UNITY?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 137 :: CV Propriamente dito-
Ir para: