Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Hipertensão Arterial

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sab Mar 21, 2015 7:56 pm

Aldo Vilar
irei ler sua citação.
Veja bem, tanto a HA pode levar às IR (insuficiência renal) como a IR pode levar a uma HA, assim
como outras patologias, como citamos, endocrinológicas.
Daí, você estar coberto de razões quando diz desta "complexidade" da Medicina e do envolvimento
completo com o paciente. Você pode ser um especialista, mas sendo competente, o suficiente, para
suspeitar de um diagnóstico fora da sua especialidade para encaminhamento correto ao seu colega
que interessa mais este tema. E o que falar das emergências, que exige de nós médicos
amplos conhecimentos?

Aldovilar escreveu:
É importante ter em mente a correlação íntima entre a pressão arterial e o funcionamento renal. A HAS pode ser causa ou consequência de diversas doenças renais, aumento progressivamente com o agravamento da disfunção renal. Dessa forma, cabe ao bom cardiologista entender o funcionamento do corpo do paciente como um todo, buscando entender seu quadro clínico e não apenas medicando-o mecanicamente. A causa de um quadro clínico pode, portanto, fugir à especialidade do médico, mas o paciente não foge à sua responsabilidade. A todas as especialidades é importante o contato interpessoal de forma a enxergar o paciente como um todo e não apenas como uma parte. Segue uma interessante leitura sobre a hipertensão arterial e a insuficiência renal crônica: http://departamentos.cardiol.br/dha/revista/15-3/09-hipertensao.pdf
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
marina.santiago



Mensagens : 10
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sab Mar 21, 2015 9:27 pm

A hipertensão arterial é uma doença crônica e ainda incurável, sendo necessário que se promova medidas para manter os níveis tensionais sobre controle. O tratamento da HA implica, portanto, em mudanças no estilo de vida, que dependem diretamente da decisão individual. Dito isto, é importante levantar a questão a respeito das dificuldades que existem no que diz respeito à adesão e à manutenção do tratamento pelos pacientes¹.
Os pacientes hipertensos tendem a suspender o tratamento quando os sintomas desaparecem e os níveis se normalizam (entre 30 e 50% interrompem o tratamento no primeiro ano e 75%, depois de cinco anos²), contribuindo para o elevado índice de mortalidade por doenças cardiovasculares e cerebrovasculares no Brasil e no mundo. Porém, a HA é uma doença de curso silencioso, sendo considerada, inclusive, como uma “assassina silenciosa”. A ausência de sintomas dá a falsa ideia ao doente de que ele está curado.  Por isso, pode-se afirmar que é necessário que haja maior conscientização da população a respeito dos cuidados que se deve ter com o estilo de vida para manutenção de uma vida mais saudável.

¹ http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672011000600008&lng=pt&nrm=iso&tlng=en (Barreiras ao tratamento da hipertensão arterial)
² http://www.unifor.br/images/pdfs/rbps/editorial_2011.4.pdf (Hipertensão arterial - um problema de saúde pública)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
marina.santiago



Mensagens : 10
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sab Mar 21, 2015 10:00 pm

Propostas de conscientização vs. Indústria de alimentos.
Existem propostas que tramitam na câmara de deputados que visam conscientizar a população  a respeito do consumo excessivo de sal. Estas têm relação com o Plano de Redução do Consumo de Sal pela População Brasileira¹'², iniciado pelo Ministério da Saúde em 2009. Uma das propostas visa obrigar os fabricantes a informar no rótulo dos alimentos a quantidade de sal que estes contêm. Outra sugere que sejam colocadas mensagens de alerta na embalagem de alimentos processados semelhantes as já empregadas nos maços de cigarro. Em uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), 96% das entrevistadas afirmaram que a existência de frases de alerta no rótulo das embalagens as ajudariam na escolha por alimentos mais saudáveis³.
Existem diretrizes nacionais e internacionais que sinalizam para a necessidade da regulamentação da publicidade de alimentos. Porém, as propostas e regras criadas entram em choque com os interesses da Indústria Alimentícia que questiona judicialmente as regras e defende a autorregulação do setor.
¹ http://www.abia.org.br/anexos/criteriosparamonitoramentoeavaliacaodoplano27jan.pdf ( Plano de redução do sódio em alimentos processados – Ministério da Saúde)
² http://www.scielosp.org/pdf/rpsp/v32n4/07 (Iniciativas desenvolvidas no brasil para a redução do teor de sódio em alimentos processados)
³ http://www4.planalto.gov.br/consea/eventos/plenarias/apresentacoes/2013/acesso-a-informacao-sobre-alimentacao-no-brasil-obstaculos-para-o-consumo-alimentar-saudavel
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ariadne Souto Maior



Mensagens : 10
Data de inscrição : 22/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Dom Mar 22, 2015 4:04 am

Interessante o fato de a anemia ser considerada um fator de hipertensão sistólica. Frequente em quase 40% da população mundial, a anemia é caracterizada por uma deficiência de ferro (pode estar relacionada a diversos fatores) e reduz a oferta de oxigênio aos tecidos, gerando uma série de respostas por parte do organismo para suprir a carência deste gás vital. Dessa forma, é observado um aumento compensatório no débito cardíaco, através de aumento no volume sistólico e na frequência cardíaca para perfusão dos tecidos, de modo a atender à demanda metabólica, o que pode acarretar em uma elevação na pressão sistólica.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rodrigo Serpa



Mensagens : 3
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Dom Mar 22, 2015 11:20 am

Também é importante ressaltar que cerca de 90% dos casos de Hipertensão Arterial estão ligados a fatores genéticos, segundo o médico cardiologista Márcio Maciel (http://www.ginoticias.com.br/noticias/saude/saude/90-dos-casos-de-hipertensao-arterial-tem-fatores-geneticos/). Isso indica a grande importância de analisar o histórico familiar, para que pessoas que possuem esse fator genético em suas famílias possam adotar um estilo de vida saudável, com exercícios físicos regulares e alimentação cuidadosa, além de procurar auxílio médico para evitar o desenvolvimento da doença ou trata-la. Lembrando que manter um estilo de vida saudável não deve ser adotado apenas por quem possui histórico familiar, e sim por todos, porém quem possui histórico deve tomar um cuidado redobrado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maria Olivia Aureliano



Mensagens : 8
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Dom Mar 22, 2015 4:08 pm

Podemos considerar que a HA está intimamente relacionada à qualidade de vida, que está ligada a construção de hábitos e a mudança dos mesmos quando estão prejudicando o funcionamento efetivo do corpo humano, principalmente no que se diz respeito à juventude brasileira, já que o tratamento preventivo para esta geração é de extrema importância e não deve ser negligenciado pela sociedade. Dentro dessa perspectiva, é importante que tanto o médico como o paciente, tenham em mente que o tratamento da Hipertensão Arterial vai muito além do uso de medicamentos ( já que vivemos numa geração de muitos hipocondríacos), e há alternativas de tratamentos não-farmacológicos principalmente para pacientes com pré-hipertensão e/ou hipertensão arterial leve ou moderada (em geral, é o quadro das crianças e adolescentes) visando muito mais as medidas preventivas, isto é , através das mudanças dos hábitos alimentares( consumo de dietas com menos sódio e menos calóricas) e combate ao sedentarismo ( com a adoção de exercícios físicos à rotina) e à obesidade ( como consta no segundo artigo : “O excesso de peso é o responsável direto pelo aumento da prevalência de HA em nosso meio. Oitenta e sete por cento dos adolescentes hipertensos atendidos em um serviço universitário apresentavam excesso de peso” ). A família precisa ser parceira nesse processo, e aderir também ás mudanças no estilo de vida, afinal, essa nova conduta ajudará a prevenir uma gama de outras doenças. A sendo que a terapia medicamentosa deve ser instituída quando as mudanças de hábitos de vida não se apresentam eficazes, o quando a HA atinge níveis mais graves.

Deixo aqui dois artigos que discutem sobre a HA na população brasileira, principalmente na juventude, e a busca por tratamentos preventivos.
http://www.medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/3916/hipertensao_arterial_na_infancia_e_na_adolescencia.htm
http://www.adolescenciaesaude.com/detalhe_artigo.asp?id=21
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Luísa Araújo



Mensagens : 4
Data de inscrição : 20/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Dom Mar 22, 2015 6:22 pm

Texto muito esclarecedor sobre a Hipertensão Arterial, condição patológica tão vista no país nos dias de hoje. Foi muito interessante constatar a gama de causas dessa doença, e fazer uma relação com as aulas ministradas nesse período. É importante observar sempre que a prevenção é um modo bastante significativo de diminuir os índices dessa doença a longo prazo. Dessa forma, bons hábitos alimentares e exercícios físicos regulares ajudam na circulação como um todo e oferecem profilaxia eficaz à hipertensão arterial, dentre outras.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Dom Mar 22, 2015 7:11 pm

Marina Santiago
Existe uma palavra em francês chamada Rapport.
Ela que conduz a relação de empatia entre você e seu paciente. Eu diria, certamente,
que 50% é o diagnóstico e tratamento certos e 50% esta empatia.
Lembro-me bem, quando trabalhei na Restauração, ver um paciente rasgar a receita na rampa do HR.
Mas, ele não foi ao hospital pedir socorro? Porque rasgou a receita?
Muita atenta a crescer como médica, falei ao paciente. O que disse, foi ter sido mal-tratado.
Não confiou, e foi buscar outro socorro. E os que, bem mais graves, não têm esta opção?
Daí a empatia ser fundamental, a basofia fica de lado para quem efetivamente quer "tratar".
Não importa ser especialista, mestre, PhD, pós, ou o que for. O que interessa é a bondade, para
quem sofre, o alívio do mal, e se possível a cura em definitivo.
Por outro lado, o paciente é um "danadinho". Quando melhora - desaparece sem deixar notícias.
E você intui de imediato: se não voltou é porque curou, ou te deixou.

marina.santiago escreveu:
A hipertensão arterial é uma doença crônica e ainda incurável, sendo necessário que se promova medidas para manter os níveis tensionais sobre controle. O tratamento da HA implica, portanto, em mudanças no estilo de vida, que dependem diretamente da decisão individual. Dito isto, é importante levantar a questão a respeito das dificuldades que existem no que diz respeito à adesão e à manutenção do tratamento pelos pacientes¹.
Os pacientes hipertensos tendem a suspender o tratamento quando os sintomas desaparecem e os níveis se normalizam (entre 30 e 50% interrompem o tratamento no primeiro ano e 75%, depois de cinco anos²), contribuindo para o elevado índice de mortalidade por doenças cardiovasculares e cerebrovasculares no Brasil e no mundo. Porém, a HA é uma doença de curso silencioso, sendo considerada, inclusive, como uma “assassina silenciosa”. A ausência de sintomas dá a falsa ideia ao doente de que ele está curado.  Por isso, pode-se afirmar que é necessário que haja maior conscientização da população a respeito dos cuidados que se deve ter com o estilo de vida para manutenção de uma vida mais saudável.

¹ http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672011000600008&lng=pt&nrm=iso&tlng=en (Barreiras ao tratamento da hipertensão arterial)
² http://www.unifor.br/images/pdfs/rbps/editorial_2011.4.pdf (Hipertensão arterial - um problema de saúde pública)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Dom Mar 22, 2015 7:19 pm

Marina Santiago
Gostei do texto, é fundamental esta conscientização de ação profilática.
Mas, também me remete ao choque permanente do Congresso Nacional nessas delações premiadas.
Quando falam hoje em sal nos alimentos, lamentavelmente me recordo, de imediato, do pré-sal da Petrobrás.
Que vergonha.

marina.santiago escreveu:
Propostas de conscientização vs. Indústria de alimentos.
Existem propostas que tramitam na câmara de deputados que visam conscientizar a população  a respeito do consumo excessivo de sal. Estas têm relação com o Plano de Redução do Consumo de Sal pela População Brasileira¹'², iniciado pelo Ministério da Saúde em 2009. Uma das propostas visa obrigar os fabricantes a informar no rótulo dos alimentos a quantidade de sal que estes contêm. Outra sugere que sejam colocadas mensagens de alerta na embalagem de alimentos processados semelhantes as já empregadas nos maços de cigarro. Em uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), 96% das entrevistadas afirmaram que a existência de frases de alerta no rótulo das embalagens as ajudariam na escolha por alimentos mais saudáveis³.
Existem diretrizes nacionais e internacionais que sinalizam para a necessidade da regulamentação da publicidade de alimentos. Porém, as propostas e regras criadas entram em choque com os interesses da Indústria Alimentícia que questiona judicialmente as regras e defende a autorregulação do setor.
¹ http://www.abia.org.br/anexos/criteriosparamonitoramentoeavaliacaodoplano27jan.pdf ( Plano de redução do sódio em alimentos processados – Ministério da Saúde)
² http://www.scielosp.org/pdf/rpsp/v32n4/07 (Iniciativas desenvolvidas no brasil para a redução do teor de sódio em alimentos processados)
³ http://www4.planalto.gov.br/consea/eventos/plenarias/apresentacoes/2013/acesso-a-informacao-sobre-alimentacao-no-brasil-obstaculos-para-o-consumo-alimentar-saudavel
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Dom Mar 22, 2015 7:20 pm

Compensatória, não é verdade Ariadne Souto Maior?

Ariadne Souto Maior escreveu:
Interessante o fato de a anemia ser considerada um fator de hipertensão sistólica. Frequente em quase 40% da população mundial, a anemia é caracterizada por uma deficiência de ferro (pode estar relacionada a diversos fatores) e reduz a oferta de oxigênio aos tecidos, gerando uma série de respostas por parte do organismo para suprir a carência deste gás vital. Dessa forma, é observado um aumento compensatório no débito cardíaco, através de aumento no volume sistólico e na frequência cardíaca para perfusão dos tecidos, de modo a atender à demanda metabólica, o que pode acarretar em uma elevação na pressão sistólica.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Dom Mar 22, 2015 7:27 pm

Rodrigo Serpa
O HLA (antígeno leucocitário de histocompatibilidade) vem crescendo na detecção precoce, desde a vida fetal,
de patologias que aquele ser humano possa vir a ter. Isto é muito importante, pois a prevenção e as cautelas
de não instalação da doença são definitivas. Mas, ainda há muitas dúvidas.
Por exemplo, sobre a HA. Não é unânime que toda família de hipertensos, tenha hipertensão, e o HLA ainda
não foi esclarecedor. Muito menos os esforços no esclarecimento do "Código Genético" que não chegou
a conclusões pertinentes como se esperava. Seu maior slogan é que o animal que mais nos assemelhamos
são os ratos, e não é à toa que é o animal de escolha para nossas pesquisas experimentais.

Rodrigo Serpa escreveu:
Também é importante ressaltar que cerca de 90% dos casos de Hipertensão Arterial estão ligados a fatores genéticos, segundo o médico cardiologista Márcio Maciel (http://www.ginoticias.com.br/noticias/saude/saude/90-dos-casos-de-hipertensao-arterial-tem-fatores-geneticos/). Isso indica a grande importância de analisar o histórico familiar, para que pessoas que possuem esse fator genético em suas famílias possam adotar um estilo de vida saudável, com exercícios físicos regulares e alimentação cuidadosa, além de procurar auxílio médico para evitar o desenvolvimento da doença ou trata-la. Lembrando que manter um estilo de vida saudável não deve ser adotado apenas por quem possui histórico familiar, e sim por todos, porém quem possui histórico deve tomar um cuidado redobrado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Dom Mar 22, 2015 7:30 pm

Maria Olívia Aureliano
Gostei muito deste seu texto.
E veja sobre os hipocondríacos, são altamente prevalentes nas emergências, neste mundo louco e conturbado.
Chegam até ao DNV (distúrbio neurovegetativo), que pode complicar, a partir do emocional, até IAM.


Maria Olivia Aureliano escreveu:
Podemos considerar que a HA está intimamente relacionada à qualidade de vida, que está ligada a construção de hábitos e a mudança dos mesmos quando estão prejudicando o funcionamento efetivo do corpo humano, principalmente no que se diz respeito à juventude brasileira, já que o tratamento preventivo para esta geração é de extrema importância e não deve ser negligenciado pela sociedade. Dentro dessa perspectiva, é importante que tanto o médico como o paciente, tenham  em mente que o tratamento da Hipertensão Arterial vai muito além do uso de medicamentos ( já que vivemos numa geração de muitos hipocondríacos), e há alternativas de tratamentos não-farmacológicos  principalmente para pacientes com pré-hipertensão e/ou hipertensão arterial leve ou moderada (em geral, é o quadro das crianças e adolescentes) visando muito mais as medidas preventivas, isto é , através das mudanças dos hábitos alimentares( consumo de dietas com menos sódio e menos calóricas) e combate ao sedentarismo ( com a adoção de exercícios  físicos à rotina) e à obesidade ( como consta no segundo artigo : “O excesso de peso é o responsável direto pelo aumento da prevalência de HA em nosso meio. Oitenta e sete por cento dos adolescentes hipertensos atendidos em um serviço universitário apresentavam excesso de peso” ). A família precisa ser parceira nesse processo, e aderir também ás mudanças no estilo de vida, afinal, essa nova conduta ajudará a prevenir uma gama de outras doenças. A sendo que a terapia medicamentosa deve ser instituída quando as mudanças de hábitos de vida não se apresentam eficazes, o quando a HA atinge níveis mais graves.

Deixo aqui dois artigos que discutem sobre a HA na população brasileira, principalmente na juventude, e a busca por tratamentos preventivos.
http://www.medicinanet.com.br/conteudos/revisoes/3916/hipertensao_arterial_na_infancia_e_na_adolescencia.htm
http://www.adolescenciaesaude.com/detalhe_artigo.asp?id=21
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Dom Mar 22, 2015 7:32 pm

Ok, Luísa Araújo.
Luísa Araújo escreveu:
Texto muito esclarecedor sobre a Hipertensão Arterial, condição patológica tão vista no país nos dias de hoje. Foi muito interessante constatar a gama de causas dessa doença, e fazer uma relação com as aulas ministradas nesse período. É importante observar sempre que a prevenção é um modo bastante significativo de diminuir os índices dessa doença a longo prazo. Dessa forma, bons hábitos alimentares e exercícios físicos regulares ajudam na circulação como um todo e oferecem profilaxia eficaz à hipertensão arterial, dentre outras.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hamires



Mensagens : 4
Data de inscrição : 22/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Qui Mar 26, 2015 12:19 am

Só para acrescentar. Para um diagnóstico mais preciso e mais detalhado da Hipertensão Arterial é necessário a mensuração da pressão arterial ao longo do dia, que mede a pressão a cada 20 minutos, durante 24 horas, inclusive durante o sono. Isso se faz através de um medidor portátil, como exemplo o MAPA (Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Qui Mar 26, 2015 8:00 pm

HAMIRES
Jamais nos esqueçamos desses parceiros ao nosso lado,
dia e noite: enfermeiras e enfermeiros. Meu respeito e gratidão.
Me recordo, muito bem, quando pagava Obstetrícia prática, no Hospital
da Encruzilhada, e a maioria dos médicos em cesárea no Bloco Cirúrgico,
fiz meu primeiro parto normal ao lado da enfermeira D. Lígia Lima.
Boas recordações.



quote="Hamires"]Só para acrescentar. Para um diagnóstico mais preciso e mais detalhado da Hipertensão Arterial é necessário a mensuração da pressão arterial ao longo do dia, que mede a pressão a cada 20 minutos, durante 24 horas, inclusive durante o sono. Isso se faz através de um medidor portátil, como exemplo o MAPA (Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial).[/quote]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Hipertensão Arterial
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 137 :: CV Propriamente dito-
Ir para: