Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Hipertensão Arterial

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Hipertensão Arterial   Qui Mar 19, 2015 9:06 pm

Síndrome de Hipertensão Arterial
Síndromes são patologias complexas com o conjunto de sintomas. A hipertensão arterial e diabetes mellitus são consideradas patologias (=doenças) com maior morbidade e mortalidade no nosso país. Daí, o interesse primeiro neste tema. A hipertensão arterial (HA) relaciona-se a situações em que a pressão arterial ultrapassa os limites superiores do normal, em caráter permanente ou ocasional. A HA envolve a circulação como um todo, afetando, além da árvore arterial, a rede capilar, o sistema venoso e o débito cardíaco (o volume necessário a ser ejetado pelo coração). Normalmente, para nós brasileiros, considera-se HA valores da pressão arterial (PA) de 140 x 90mmHg. No Brasil, a PA normal é considerada em 120x80mmHg. Nos EUA, 110x70mmHg. Cautela se faz, ao examinar o paciente em ambulatório ou hospitalar diante de diagnósticos falsos de HA provocado pelo estresse do paciente. Observa-se, que quanto mais baixos os níveis tensionais (PA), maior a expectativa de vida. Habitualmente, no quadro hipertensivo, verifica-se elevação tanto da pressão sistólica (máxima) como da diastólica (mínima).
Da classificação:
1. Hipertensão sistólica e diastólica (os aumentos da diastólica são sempre mais graves);
2. Hipertensão essencial (de etiologia=origem=causa desconhecida, são graves, e ocorre com muita frequência na raça negra);
3. Hipertensão secundária a outras patologias:
3.1. Por nefropatia (retenção líquida de origem renal): glomerulonefrites (infecção dos glomérulos pelo agente Streptococo beta hemolítico do Grupo A de Lancenfied), pielonefrite (infecção dos túbulos renais), nefrite intersticial (por uso prolongado de analgésicos), nefrite por irradiação, nefrite familiar, rins policísticos, hipoplasia congênita dos rins, obstrução das vias excretoras (hidronefrose = aumento da dimensão dos rins com lesão das células = parenquimatosa), tumor renal, diabetes com lesão renal, hipercalcemia (hiperparatireoidismo), amiloidose (depósito irregular de proteínas), doenças do colágeno com doença renal (LES=lúpus eritematoso sistêmico, poliarterite nodosa, etc.);
3.2. Por déficit de perfusão renal – Estenose da artéria renal, aneurisma da artéria renal, etc.;
3.3. Hiperaldosteronismo primário – aumento da secreção de aldosterona (com retenção de sódio e água);
3.4. Síndrome de Cushing (elevação de cortisol e, consequente, glicose);
3.5. Neurogênica – Hipertensão endocraniana;
3.6. Iatrogênica (provocado por medicamento) – anticoncepcionais, e uso de glicocorticoides;
3.7. Miscelânea – Toxemia gravídica, coarctação da aorta, mixedema (hipotireoidismo), aumento de GH (growth hormone = hormônio de crescimento) na adultez (acromegalia), intoxicação por sódio, chumbo, etc.
4. Hipertensão sistólica – por aterosclerose, bloqueio AV total, insuficiência aórtica, fístula arteriovenosa, anemia, etc.
Vê-se a importância do médico, diante da HA, buscar sua etiologia (=causa), porém é mister tratar de IMEDIATO. Trabalhos mais recentes imputam a resistência vascular periférica como fator principal da HA.
Quais seriam os fatores sinérgicos?
1. Adrenalina e noradrenalina (adrenalina metilada), inclusive produzida, por ação pré-ganglionar, pela medula da adrenal;
2. Sistema renina-angiotensina-aldosterona. A renina age sobre uma alfa2-globulina plasmática (angiotensinogênio), produzindo um decapeptídeo efêmero, a angiotensina I, que na árvore capilar pulmonar, por ação enzimática, perde um radical histidil-leucina e se transforma na angiotensina II octopeptídeo, a qual estimula a produção de aldosterona pelo córtex supra-renal, com aumento da concentração de sódio intracelular;
3. Também retêm sódio: corticosterona, 18-hidroxidesoxicorticosterona).
As prostaglandinas, liberadas mais intensamente nos processos inflamatórios, são comprovadamente vasodilatadoras (anti-hipertensivas). Os pacientes com infecções graves (septicemias), na UTI, são mais hipotensos?
A PA tende a se elevar com o passar dos anos. Até os 40 anos a maior incidência de HA ocorre nos homens, a partir desta idade a maior frequência é nas mulheres atribuída às modificações hormonais da menopausa e excesso de peso. Sabidamente, a hipertensão em obesos é maior que em indivíduos com peso normal. A menor ingestão de sal coincide com menor incidência de hipertensão e maior sobrevida. Na atualidade mundial, e das dificuldades inerentes em todas as situações da existência, os fatores psicogênicos estão altamente relacionados e os fatores genéticos (familiares) continuam sendo registrados.
De forma geral, clinicamente os pacientes com HA apresentam cefaleia (dor de cabeça, principalmente nuca), tontura, insônia e perturbações visuais. Aferir a PA, de imediato, é fundamental para diagnóstico diferencial com alterações da coluna cervical, deficiências visuais, distúrbios emotivos, etc. A HA pode comprometer a vascularização cerebral levando formigamentos, parestesias, e até, acidente vascular cerebral (isquêmico ou hemorrágico).
A determinação da PA deve ser feita nos 4 membros, com o paciente deitado, com o paciente sentado e em pé (este último se for possível). Nos hipertensos essenciais a posição em pé tem a PA mais elevada; pressões mais elevadas nos MMSS (membros superiores) em relação aos MMII (membros inferiores), é indicativo de coarctação da aorta.
Para cada patologia suspeita há um diagnóstico preciso. O tratamento é fundamental e a prevenção do retorno hipertensivo é definitivo. Daí, a necessidade de um Médico conhecer o corpo, independente da sua Especialidade, de forma profunda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ruan Vilar



Mensagens : 8
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Qui Mar 19, 2015 9:31 pm

Pelo o que vimos em Hemodinâmica, pode-se deduzir porque a hipertensão é grave. Visto que as arteríolas são os vasos responsáveis pela redução da pressão nos capilares, logo esse alto valor constante de PA acaba por aumentar a tensão da parede dos capilares, facilitando assim um rompimento das paredes, logo uma hemorragia, que dependendo do local pode ser fatal!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Renata Vaz



Mensagens : 3
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Qui Mar 19, 2015 9:58 pm

Vale ressaltar a importância do exercício físico aeróbico na vida dos pacientes com hipertensão arterial. Através de pesquisas com esses pacientes, constatou-se que esse tipo de exercício promove inúmeras mudanças como as cardiovasculares, com a diminuição da freqüência cardíaca de repouso, debito cardíaco no repouso, resistência periférica, volume plasmático e um aumento da densidade capilar. Além disso, tem também as alterações metabólicas englobando a redução da gordura corporal, dos níveis de insulina, etc. Ainda ocorre uma mudança nos níveis de estresse e ansiedade, que também influenciam no aumento da pressão arterial. Dessa forma, através da realização de exercícios físicos aeróbicos, pode-se reduzir os efeitos da patologia resultando numa melhora na qualidade de vida, e em alguns casos até a suspensão da medicação, além de ser importante para a prevenção também.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Qui Mar 19, 2015 10:27 pm

Benvinda Renata Vaz
Suas colocações foram pertinentes e perfeitas.
E veja bem. A HA cursa com elevadas alíquotas de líquido que circula sobre
pressão oncótica concedida pela albumina secretada pelo fígado.
O exercício físico perde líquido, sabidamente, diminui a resistência vascular periférica, aumenta o retorno venoso útil
para os corações saudáveis, e no mundo estressante que vivemos traz
o prazer psicogênico de um corpo bonito e saudável.
O resto você já disse muito bem.
Grande abraço.

Renata Vaz escreveu:
Vale ressaltar a importância do exercício físico aeróbico na vida dos pacientes com hipertensão arterial. Através de pesquisas com esses pacientes, constatou-se que esse tipo de exercício promove inúmeras mudanças como as cardiovasculares, com a diminuição da freqüência cardíaca de repouso, debito cardíaco no repouso, resistência periférica, volume plasmático e um aumento da densidade capilar. Além disso, tem também as alterações metabólicas englobando a redução da gordura corporal, dos níveis de insulina, etc. Ainda ocorre uma mudança nos níveis de estresse e ansiedade, que também influenciam no aumento da pressão arterial. Dessa forma, através da realização de exercícios físicos aeróbicos, pode-se reduzir os efeitos da patologia resultando numa melhora na qualidade de vida, e em alguns casos até a suspensão da medicação, além de ser importante para a prevenção também.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Qui Mar 19, 2015 10:39 pm

Ruan Vilar
Você tocou num ponto fundamental: rompimento dos capilares.
Com a progressão da doença HA, começa haver dilatações do espaço original
antes envolvido, metricamente, pelo epitélio plano simples que repousa numa membrana
basal, quer capilar contínuo, fenestrado ou sinusoide.
Na maioria das vezes, essas lesões são silenciosas, e quando ocorre
no cérebro é frequentemente fatal. Daí, nossa cautela total com os
pacientes de HA com risco da evolução para AVC hemorrágico ou isquêmico.
Seja bem vindo.

Ruan Vilar escreveu:
Pelo o que vimos em Hemodinâmica, pode-se deduzir porque a hipertensão é grave. Visto que as arteríolas são os vasos responsáveis pela redução da pressão nos capilares, logo esse alto valor constante de PA acaba por aumentar a tensão da parede dos capilares, facilitando assim um rompimento das paredes, logo uma hemorragia, que dependendo do local pode ser fatal!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DiegoAngeiras



Mensagens : 1
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Qui Mar 19, 2015 10:58 pm

A Hipertensão Arterial é uma condição patológica que será bastante recorrente em nossas vidas como médicos generalistas. É amplamente estabelecido, por sua vez, que o excesso da ingestão de sal, especificamente o Na, é um dos parâmetros responsáveis pela síndrome. Estudos realizados na USP-FMRB comprovaram que pessoas que sentem maior vontade de consumir alimentos salgados têm uma propensão aumentada para desenvolver a HA. De acordo com a pesquisadora da Universidade de São Paulo, é possível reduzir o sal da alimentação utilizando outros temperos como o orégano. Inclusive, o orégano utilizado na pesquisa foi capaz de "reverter" o desejo do indivíduo do consumir o sal pelo desejo de consumir o orégano. Segue o link de uma notícia sobre a pesquisa: http://www.usp.br/agen/?p=193210
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
marcus.caio



Mensagens : 6
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Qui Mar 19, 2015 11:15 pm

Gostaria de ressaltar o fato de que o dia-a-dia em si tem contribuído e muito com o aumento do número de casos de hipertensão. Isso significa que a hipertensão é um problema intimamente atrelado com o novo ritmo das pessoas que veio se estabelecendo especialmente nesse século - em especial nas grandes cidades. A rotina de várias pessoas cada vez mais tem as tornado sujeitas a elevadas situações de estresse; além do fato de que há um estímulo por parte tanto das mídias quanto da própria rapidez necessária em muitas situações para uma alimentação rápida e saborosa, porém que quase sempre contribui para o aumento da pressão arterial. Os alimentos rápidos das mundialmente ampliadas redes de fast-food, como frituras e demais alimentos ricos em gordura, além do elevado teor de sódio que também pode estar presente, só vêm a contribuir ainda mais para uma geração com ainda mais incidência de problemas relacionados ao sistema circulatório. Essas alterações, embora venham de práticas rotineiras e muitas vezes negligenciadas ou até mesmo nem notadas, merecem atenção e podem muito bem servir como o centro de várias discussões.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cicera Analú Alves da Sil



Mensagens : 9
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Qui Mar 19, 2015 11:34 pm

Acho importante comentar um artigo que eu li, chamado “Portador de hipertensão arterial: atitudes, crenças, percepções, pensamentos e práticas” que aborda o perfil de uma pessoa hipertensa. Isso é interessante porque para o exercício de uma medicina eficaz, não é necessário, apenas, conhecer sintomas, mas também saber identificar de onde vieram esses sintomas e como eu, profissional da área da saúde, devo proceder para orientar o paciente, bem como sua família no sentido de prevenir e amenizar esta doença.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danila Carvalho Vital



Mensagens : 8
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 12:11 am

vale destacar também a hipertensão arterial em pacientes jovens.Visto que na última década os estudos têm mostrado um aumento da incidência de hipertensão essencial na população pediátrica,principalmente na adolescência.O fator mais importante implicado na gênese da hipertensão essencial na infância é a obesidade.Outros fatores associados são:resistência à insulina,  alteração do metabolismo da glicose e do metabolismo lipídico,redução da complacência arterial.Há a necessidade de que a medida da pressão arterial seja realmente incorporada de vez á prática clinica pediátrica.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 1:13 am

Diego Angeiras
Achei interessante, o "orégano".
Sobre o sal, há um consenso, entre Cardiologistas e Medicina Interna (Clínico Geral), de que a média
de ingestão de cloreto de sódio igual ou superior a 26g/dia corresponde a uma frequência
elevada de óbitos de causa cardiovascular e de HA.

DiegoAngeiras escreveu:
A Hipertensão Arterial é uma condição patológica que será bastante recorrente em nossas vidas como médicos generalistas. É amplamente estabelecido, por sua vez, que o excesso da ingestão de sal, especificamente o Na, é um dos parâmetros responsáveis pela síndrome. Estudos realizados na USP-FMRB comprovaram que pessoas que sentem maior vontade de consumir alimentos salgados têm uma propensão aumentada para desenvolver a HA. De acordo com a pesquisadora da Universidade de São Paulo, é possível reduzir o sal da alimentação utilizando outros temperos como o orégano. Inclusive, o orégano utilizado na pesquisa foi capaz de "reverter" o desejo do indivíduo do consumir o sal pelo desejo de consumir o orégano. Segue o link de uma notícia sobre a pesquisa: http://www.usp.br/agen/?p=193210
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 1:23 am

A pós-modernidade, Marcus Caio, merece sempre um "centro de várias discussões. Você está certo.
Não de forma subjetiva, mas científica, o homem pós-moderno é mais real e menos
simbólico e imaginário. Falta tempo para elucubrações poéticas, e mais afetividades.
Isto reflete no corpo, e na alma e espírito que, quando saudáveis, alimentam nossos "caminhares".
Come-se gordura saturada (sem ligações duplas que permitam reações bioquímicas úteis) e a
sobremesa é o "real" do alimento da família que faltará à noite na geladeira.
Conclusão: doença. Há que ser um médico competente, generoso, e amigo diante deste paciente.


marcus.caio escreveu:
Gostaria de ressaltar o fato de que o dia-a-dia em si tem contribuído e muito com o aumento do número de casos de hipertensão. Isso significa que a hipertensão é um problema intimamente atrelado com o novo ritmo das pessoas que veio se estabelecendo especialmente nesse século - em especial nas grandes cidades. A rotina de várias pessoas cada vez mais tem as tornado sujeitas a elevadas situações de estresse; além do fato de que há um estímulo por parte tanto das mídias quanto da própria rapidez necessária em muitas situações para uma alimentação rápida e saborosa, porém que quase sempre contribui para o aumento da pressão arterial. Os alimentos rápidos das mundialmente ampliadas redes de fast-food, como frituras e demais alimentos ricos em gordura, além do elevado teor de sódio que também pode estar presente, só vêm a contribuir ainda mais para uma geração com ainda mais incidência de problemas relacionados ao sistema circulatório. Essas alterações, embora venham de práticas rotineiras e muitas vezes negligenciadas ou até mesmo nem notadas, merecem atenção e podem muito bem servir como o centro de várias discussões.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
alinerayane



Mensagens : 4
Data de inscrição : 20/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 1:32 am

É importante pontuar também que, com o aumento do consumo de alimentos processados e aliado a isso o alto índice de sódio neles, a população dos países consumidores dessa "nova" forma de alimentação, além de contribuir com o aumento da pressão arterial também tem incentivado o crescimento da obesidade. Essa condição tem preocupado agentes de saúde, pois pode atingir tanto crianças como adultos e que o ganho de peso é um forte propulsor da HA, podendo afetar o funcionamento da insulina e como consequência desenvolver uma diabetes.  Como se pode observar, termina-se criando um "efeito dominó" entre doenças que se correlacionam. A seguinte publicação da revista Bras Hipertens problematiza de forma mais aprofundada sobre esse tema: http://departamentos.cardiol.br/dha/revista/7-2/006.pdf
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 1:42 am

Danila Carvalho Vital
Informação muito importante.

Danila Carvalho Vital escreveu:
vale destacar também a hipertensão arterial em pacientes jovens.Visto que na última década os estudos têm mostrado um aumento da incidência de hipertensão essencial na população pediátrica,principalmente na adolescência.O fator mais importante implicado na gênese da hipertensão essencial na infância é a obesidade.Outros fatores associados são:resistência à insulina,  alteração do metabolismo da glicose e do metabolismo lipídico,redução da complacência arterial.Há a necessidade de que a medida da pressão arterial seja realmente incorporada de vez á prática clinica pediátrica.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
allanma



Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 1:51 am

Também acho de grande importância o papel da difusão do conhecimento na prevenção da patologia. Só dando um exemplo, a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) revelou que 31% dos entrevistados que afirmam ter a doença, não possuem instrução ou somente ensino fundamental incompleto. Também observa-se, de uma forma geral, que a porcentagem quanto maior for a escolaridade. Assim, faz-se importante uma ampla divulgação dos bons hábitos de saúde que favorecem a longevidade, como os que foram citados acima. O que por sua vez acaba por ser útil também na prevenção de outras doenças crônicas não-transmissíveis frequentes no Brasil, como diabetes e problemas de coluna, que são a causa de aproximadamente 74% das mortes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cicera Analú Alves da Sil



Mensagens : 9
Data de inscrição : 19/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 2:34 am

De fato, há um grande desconhecimento da população sobre essa condição patológica. Atualmente, a hipertensão atinge em média 30% da população brasileira, chegando a mais de 50% na terceira idade, está presente em 5% das crianças e adolescentes de todo o Brasil, é responsável por 40% dos infartos, 80% dos Acidentes Vascular Cerebral (AVC) e 25%dos casos e insuficiência renal terminal. No mundo, de acordo com a OMS, cerca de 7 milhões de pessoas morrem a cada ano e 1,5 bilhão adoecem por causa de pressão alta. A maioria dessas pessoas não conhecem a doença e ela fica sendo negligenciada. A Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) tem campanhas por todo o Brasil que incentivam a aferição da pressão com regularidade e explicam de forma didática o que a alteração desta pode significar na vida das pessoas. Mais informações em : http://www.sbh.org.br/geral/acampanha.asp
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 3:02 am

Aline Rayane
Interessante a leitura.

alinerayane escreveu:
É importante pontuar também que, com o aumento do consumo de alimentos processados e aliado a isso o alto índice de sódio neles, a população dos países consumidores dessa "nova" forma de alimentação, além de contribuir com o aumento da pressão arterial também tem incentivado o crescimento da obesidade. Essa condição tem preocupado agentes de saúde, pois pode atingir tanto crianças como adultos e que o ganho de peso é um forte propulsor da HA, podendo afetar o funcionamento da insulina e como consequência desenvolver uma diabetes.  Como se pode observar, termina-se criando um "efeito dominó" entre doenças que se correlacionam. A seguinte publicação da revista Bras Hipertens problematiza de forma mais aprofundada sobre esse tema: http://departamentos.cardiol.br/dha/revista/7-2/006.pdf
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 3:10 am

Allan
Se o Brasil fosse um país sério tratava de "prevenir doenças" em todas as comunidades, e usaria
a imprensa escrita e falada exaustivamente. Mesmo, porque, é vital a Medicina para o homem, e nos
debatemos, diariamente, com doenças que evoluíram de forma grave por falta
de parcial ou total conhecimento da população.
Não basta artigos publicados, em inglês, no Journal of Immunology ou Biochemistry
em castas fechadas sem divulgações das suas conclusões práticas e efetivas.
Você verá, no futuro, nos ambulatórios e emergências, a dificuldade que o paciente tem
em informar e, inclusive, de entender o nosso jargão médico e das instruções da terapêutica.

allanma escreveu:
Também acho de grande importância o papel da difusão do conhecimento na prevenção da patologia. Só dando um exemplo, a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) revelou que 31% dos entrevistados que afirmam ter a doença, não possuem instrução ou somente ensino fundamental incompleto. Também observa-se, de uma forma geral, que a porcentagem quanto maior for a escolaridade. Assim, faz-se importante uma ampla divulgação dos bons hábitos de saúde que favorecem a longevidade, como os que foram citados acima. O que por sua vez acaba por ser útil também na prevenção de outras doenças crônicas não-transmissíveis frequentes no Brasil, como diabetes e problemas de coluna, que são a causa de aproximadamente 74% das mortes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 3:12 am

Cicera Analú Alves
Segunda participação.
Muito bom.

Cicera Analú Alves da Sil escreveu:
De fato, há um grande desconhecimento da população sobre essa condição patológica. Atualmente, a hipertensão atinge em média 30% da população brasileira, chegando a mais de 50% na terceira idade, está presente em 5% das crianças e adolescentes de todo o Brasil, é responsável por 40% dos infartos, 80% dos Acidentes Vascular Cerebral (AVC) e 25%dos casos e insuficiência renal terminal. No mundo, de acordo com a OMS, cerca de 7 milhões de pessoas morrem a cada ano e 1,5 bilhão adoecem por causa de pressão alta. A maioria dessas pessoas não conhecem a doença e ela fica sendo negligenciada. A Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) tem campanhas por todo o Brasil que incentivam a aferição da pressão com regularidade e explicam de forma didática o que a alteração desta pode significar na vida das pessoas. Mais informações em : http://www.sbh.org.br/geral/acampanha.asp
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas Campelo



Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 10:41 am

Ruídos e buzinas por todos os lados. Uma dor chata no coração.
Meu sangue é solução concentrada de estresse e pressão.
Fumo um cigarro. Bato no volante. Xingo o motoqueiro.
Sinto o sangue ferver, os vasos pulsarem. Mais um cigarro. CADÊ O ISQUEIRO?
Meu peito dói. Falta-me ar. Toma-me uma angústia incontrolável.
A vida se perde no escapamento como fumaça doente no engarrafamento inexorável.
O semáforo fecha. O fluxo de carros mais uma vez parado.
-o meu coração para também, o coitado-
Trágico. Suspiro e dou adeus. Sou mais um infartado.

Uma problemática que está relacionada com a hipertensão arterial é o infarto do miocárdio. Os versos que faço aqui, por mais exagerados que soem, retratam uma realidade bastante comum nos dias de hoje: o ritmo de vida que vivemos é o gatilho para doenças cardiovasculares (líderes em mortes no mundo). Especificamente no caso da aterosclerose coronária, por exemplo, o desenvolvimento da doença é proporcional aos níveis pressóricos. Em pacientes com infarto do miocárdio, a prevalência de hipertensão arterial chega a 37%.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sex Mar 20, 2015 1:52 pm

Grande Lucas Campelo
Acabo agora minha primeira atividade, e leio esta maravilha.
Escreva sempre, permanentemente, você é um Grande Escritor.
Para compensar esta loucura, do dia-a-dia e da fumaça, escrevi agora, especialmente para você,
este poema lúdico de esperança. E lembre, tenho 56 anos de idade.
Isto organiza mais, mas não tole as "liberdades poéticas".

Pode ser lígure este meu coração
A loução sentimência mais pervígil
E se mesmo dormindo sinto mais então
Atrevido é pensar que amar é vil

Sou um ser dúctil, a menina petiz
Meu amor não é peta não será peta
A platibanda deste cais sempre nos diz:
Espera, espera, espera, espera

Sandáraca sem mais sanções sandáraca
Levo o que quero neste meu samburá
Livre arbítrio de viver: É Amar...


Um abraço, Lucas Campelo. Aceite minha amizade poética.

Lucas Campelo escreveu:
Ruídos e buzinas por todos os lados. Uma dor chata no coração.
Meu sangue é solução concentrada de estresse e pressão.
Fumo um cigarro. Bato no volante. Xingo o motoqueiro.
Sinto o sangue ferver, os vasos pulsarem. Mais um cigarro. CADÊ O ISQUEIRO?
Meu peito dói. Falta-me ar. Toma-me uma angústia incontrolável.
A vida se perde no escapamento como fumaça doente no engarrafamento inexorável.
O semáforo fecha. O fluxo de carros mais uma vez parado.
-o meu coração para também, o coitado-
Trágico. Suspiro e dou adeus. Sou mais um infartado.

Uma problemática que está relacionada com a hipertensão arterial é o infarto do miocárdio. Os versos que faço aqui, por mais exagerados que soem, retratam uma realidade bastante comum nos dias de hoje: o ritmo de vida que vivemos é o gatilho para doenças cardiovasculares (líderes em mortes no mundo). Especificamente no caso da aterosclerose coronária, por exemplo, o desenvolvimento da doença é proporcional aos níveis pressóricos. Em pacientes com infarto do miocárdio, a prevalência de hipertensão arterial chega a 37%.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Thais.Rocha



Mensagens : 11
Data de inscrição : 21/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sab Mar 21, 2015 6:05 pm

Atualmente, com o crescimento da parcela jovem hipertensa, existe o mito de que a prática da musculação seria benéfica e que ajudaria a reduzir a pressão arterial, mas a verdade é que os exercícios aeróbicos são a eficiente forma de melhorar a qualidade de vida dos portadores.Os exercícios promovem melhor adaptação do coração e dos vasos às alterações fisiológicas que ocorrem nos momentos de estresse físico e mental, ajudam na perda de peso, melhoram o diabetes e diminuem o estresse, pois propiciam maior socialização do indivíduo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sab Mar 21, 2015 6:33 pm

Thais Rocha
A "socialização do indivíduo" é ponto, entre tantos, definitivo. Como você bem fechou o texto.
No "poema já escrito" vivemos entre carros, ônibus lotados, intempéries de epidemias, salas cirúrgicas,
ambulatórios, laboratórios e escritórios fechados, pouca natureza, pouco amor, solidão, estresse permanente,
concorrência mais que desleal, e uma "violência" que não tarda em nos atingir. Socializar!
Thais.Rocha escreveu:
Atualmente, com o crescimento da parcela jovem hipertensa, existe o mito de que a prática da musculação seria benéfica e que ajudaria a reduzir a pressão arterial, mas a verdade é que os exercícios aeróbicos são a eficiente forma de melhorar a qualidade de vida dos portadores.Os exercícios promovem melhor adaptação do coração e dos vasos às alterações fisiológicas que ocorrem nos momentos de estresse físico e mental, ajudam na perda de peso, melhoram o diabetes e diminuem o estresse, pois propiciam maior socialização do indivíduo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marcela Souza



Mensagens : 8
Data de inscrição : 21/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sab Mar 21, 2015 6:50 pm

Atualmente, mesmo com o avanço dos meios de comunicação, muitas pessoas ainda desconhecem o termo hipertensão arterial, no entanto, acredito que mais campanhas deveriam ser feitas para conscientizar as pessoas, pois essa é uma patologia que ainda mata muitas pessoas diariamente. Por que isso? Porque a HA é uma doença na qual os vasos sanguíneos, mesmo sabendo que eles possuem muitas fibras elásticas responsáveis pela contratilidade de forma a estabilizar a pressão sanguínea, ficam hiperdilatados, em função da alta pressão exercida sobre eles, com isso, em casos extremos os vasos podem acabar se rompendo, trazendo muitas complicações à saúde do paciente. Portanto, acredito que uma alternativa, a fim de se evitar uma maior incidência de casos de pessoas com HA, seria o governo criar campanhas estimulando as pessoas a praticarem exercícios físicos rotineiramente, como corridas, caminhadas; pois essa é uma das formas de evitar a hipertensão arterial, pois vai haver uma hipertrofia fisiológica do coração, fazendo com que um maior volume de sangue possa passar no coração para ser ejetado, com isso, a frequência cardíaca diminuirá, fazendo com que coração não seja muito sobrecarregado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aldovilar



Mensagens : 4
Data de inscrição : 21/03/2015

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sab Mar 21, 2015 7:04 pm

É importante ter em mente a correlação íntima entre a pressão arterial e o funcionamento renal. A HAS pode ser causa ou consequência de diversas doenças renais, aumento progressivamente com o agravamento da disfunção renal. Dessa forma, cabe ao bom cardiologista entender o funcionamento do corpo do paciente como um todo, buscando entender seu quadro clínico e não apenas medicando-o mecanicamente. A causa de um quadro clínico pode, portanto, fugir à especialidade do médico, mas o paciente não foge à sua responsabilidade. A todas as especialidades é importante o contato interpessoal de forma a enxergar o paciente como um todo e não apenas como uma parte. Segue uma interessante leitura sobre a hipertensão arterial e a insuficiência renal crônica: http://departamentos.cardiol.br/dha/revista/15-3/09-hipertensao.pdf
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   Sab Mar 21, 2015 7:48 pm

Marcela Souza
É verdade. Eu fiz minha residência médica em Alcalá de Henares (Espanha) e um bom tempo em algumas
cidades da Holanda, e ficava surpresa com o ciclismo, de grande parte da população, e da sobrevida longeva
do Europeu. Além, do consumo frequente de poliinsaturados e vinho. Depois falarei mais.

Marcela Souza escreveu:
Atualmente, mesmo com o avanço dos meios de comunicação, muitas pessoas ainda desconhecem o termo hipertensão arterial, no entanto, acredito que mais campanhas deveriam ser feitas para conscientizar as pessoas, pois essa é uma patologia que ainda mata muitas pessoas diariamente. Por que isso? Porque a HA é uma doença na qual os vasos sanguíneos, mesmo sabendo que eles possuem muitas fibras elásticas responsáveis pela contratilidade de forma a estabilizar a pressão sanguínea, ficam hiperdilatados, em função da alta pressão exercida sobre eles, com isso, em casos extremos os vasos podem acabar se rompendo, trazendo muitas complicações à saúde do paciente. Portanto, acredito que uma alternativa, a fim de se evitar uma maior incidência de casos de pessoas com HA, seria o governo criar campanhas estimulando as pessoas a praticarem exercícios físicos rotineiramente, como corridas, caminhadas; pois essa é uma das formas de evitar a hipertensão arterial, pois vai haver uma hipertrofia fisiológica do coração, fazendo com que um maior volume de sangue possa passar no coração para ser ejetado, com isso, a frequência cardíaca diminuirá, fazendo com que coração não seja muito sobrecarregado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Hipertensão Arterial   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Hipertensão Arterial
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 137 :: CV Propriamente dito-
Ir para: