Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Alguns Exames Laboratoriais das Fezes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Alguns Exames Laboratoriais das Fezes   Qua Out 29, 2014 8:41 pm

Exame Laboratorial das Fezes
A interpretação correta de um exame de fezes é fundamental. Ele sinaliza diversas patologias.
Valores normais –
1. Água – até 75%;
2. Osmolalidade – 200-250mOsm;
3. pH – 7,0-7,5 (pode ser ácido, quando da ingestão de grande quantidade de lactose);
4. Nitrogênio – abaixo de 2,5g/dia;
5. Potássio – 5-20mEq/Kg;
6. Sódio – 10-20mEq/Kg;
7. Magnésio – abaixo de 200mEq/Kg;
8. Coproporfirina – 400-1000mg/24 horas;
9. Tripsina – 20-950 U/g;
10. Urobilinogênio – 50-300mg/24 horas
Exame Microscópico –
1. Ausência de hemácias;
2. Presença de células epiteliais, quando aumentadas, caracteriza a irritação do trato gastrointestinal;
3. Presença de poucos leucócitos (aumentados na vigência de inflamação do trato GI);
4. Presença comum de cristais de oxalato de cálcio, ácidos graxos e fosfatos;
5. Os cristais de Charcot-Leyden são encontrados quando de infestações parasitárias (especialmente, amebíase);
6. Algumas fibras vegetais e musculares, normalmente encontradas;
7. Normalmente de 0 a 2+ de glóbulos de gordura neutra (corada pelo Sudan).
Coloração –
1. Normalmente, marrom
2. Cor de “massa de vidraceiro” (branco-acizentado) – obstrução biliar;
3. Cor de piche – presença de mais de 100ml de sangue de origem de “porções superiores” do trato GI;
4. Vermelho: sangramento do “trato inferior” GI;
5. Devido a drogas – diversas colorações distintas.
Exame de Sangue Oculto nas Fezes –
Ulcerações e câncer costumam iniciar com perdas “sutis” de sangue nas fezes, daí a importância de se pesquisar, sempre como controle e precocemente, sangue oculto nas fezes. Os kits disponíveis (por exemplo, cartões de Hemoccult) utilizam o guáiaco capaz de detectar perdas de 20ml/dia. A quantidade normal de sangue perdida diariamente nas fezes é abaixo de 20ml/dia ou 2mg de hemoglobina / g de fezes. O kit HemoQuant utiliza fluorescência para detecção de porfirinas fecais, com maior sensibilidade, porém pode dar falso-positivos com carnes vermelhas e aspirina. O HemeSelect detecta especialmente hemoglobina.
Urobilinogênio nas fezes –
(Normal = 50-300mg/24 horas)
1. Aumentado em anemias hemolíticas;
2. Reduzido em obstrução biliar, hepatopatias graves, alteração da flora intestinal por terapia antibiótica oral, diminuição da queda de hemoglobina (aplasia medular, caquexia).
Kit de Aglutinação de Látex para Leucócitos –
Detecta a lactoferrina fecal que é um marcador de proteína para leucócitos fecais. Muitas vezes detecta “inflamação intestinal” não evidenciada pela endoscopia ou pelos estudos radiológicos. Primariamente, neutrófilos polimorfonucleares são encontrados em menos de 2% dos casos.
1. Presença de leucócitos fecais – shiguelose, salmonelose, infecção por rotavírus, E. coli, Yersinia, colite ulcerativa, Clostridium difficile (colite pseudomembranosa);

Obs. Sobre derivados da Bilirrubina. A bilirrubina é metabolizada em copro e urobilinogênio. A origem da bilirrubina (Bb) é da metabolização da Hb (hemoglobina), especificamente da PORFIRINA, quando da lise das hemácias na polpa vermelha do baço quando da imobilidade da membrana destes corpúsculos nos capilares dos seios venosos esplênico. Em condições normais, esta bilirrubina formada é denominada de bilirrubina indireta (BI), ela deve ser conjugada no fígado pelo ácido glicurônico na formação de bilirrubina direta (BD). Btotal= BI + BD. O aumento maior de BI caracteriza lise intensa, como na anemia hemolítica, por esgotamento do ácido glicurônico no fígado, ou por lesão hepática propriamente dita. Isto é FUNDAMENTAL. Tenho aqui a noção que a causa do sinal, no exame físico, ICTERÍCIA, tem origem pré-hepática ou hepática e, então, parto para a realização de outros exames conclusivos. Quando é a BD aumentada significa que ela já foi conjugada com ácido glicurônico e que há, mesmo, uma obstrução pós-hepática impedindo sua eliminação nas fezes e na urina. Existem vários exames conclusivos. Por exemplo, na obstrução pós-hepática posso contar com exames de Imagem ou mesmo de sangue, como fosfatase alcalina de Gama-glutamiltransferase, que são conclusivos. Um excelente marcador de lesão hepática é a transaminase glutâmica pirúvica. Na anemia hemolítica há que pesquisar anticorpos anti-Hb e os padrões de dosagem das diferentes imunoglobulinas. Isto é apenas uma visão geral.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Alguns Exames Laboratoriais das Fezes
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Tela Azul apos alguns minutos... uma porcaria
» [Brasil] ANAC realizará exames para obtenção de licenças de habilitação para várias carreiras
» [X-Plane 10] Paisagens e alguns aeroportos customizados
» Ribeirão Preto - Congonhas Gol B738
» Alguns produtos Feelthere com 40% de desconto

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 136 - UFPE :: CV propriamente dito-
Ir para: