Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Esôfago e Estômago

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Esôfago e Estômago   Sex Out 24, 2014 7:26 pm

ESÔFAGO
1. Mucosa – Epitélio plano estratificado não queratinizado; LP (glândulas cárdicas) e MM (principalmente na parte inferior do esôfago);
2. Submucosa – TCD. Glândulas esofageanas (facilitam a passagem do alimento deglutido);
3. Muscular Externa – Camada interna circular (próxima à submucosa) e camada externa (próxima à adventícia). Entre as camadas, plexo nervoso. A muscular externa no terço cranial é esquelético, enquanto no terço caudal ele é liso;
4. Adventícia
ESTÔMAGO
1. Mucosa – Epitélio cilíndrico simples (fossetas gástricas), LP com glândulas gástricas contendo células parietais (acidófilas) secretora de HCl, células principais (basófilas) secretoras de pepsinogênio, e células endócrinas gastrintestinais (antro pilórico = gastrina e glucagon; duodeno e jejuno = colecistoquinina, peptídeo inibitório gástrico, motilina e secretina; íleo = neurotensina; intestino grosso = glicentina; estômago e intestino delgado/grosso = somatostatina, serotonina e substância P); e MM;
2. Submucosa – TCD;
3. Muscular Externa – Do interior para o exterior da cavidade oca (circular, oblíqua e longitudinal). Entre as camadas, plexo nervoso;
4. Serosa (TCF)


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beatriz Andrade



Mensagens : 3
Data de inscrição : 29/09/2014

MensagemAssunto: Re: Esôfago e Estômago   Ter Out 28, 2014 1:12 am

Professora, pesquisando um pouco sobre câncer esofágico, vi que em alguns casos pode ser feita a esofagectomia. Um artigo que encontrei cita duas possíveis formas de restabelecer o trânsito do alimento no trato digestório:

"Após uma esofagectomia de urgência realizada para perfuração esofágica, o trânsito digestivo pode ser reconstruído imediatamente por meio de esôfago-gastrostomia cervical ou pode ser realizada uma esofagostomia associada a uma gastrostomia ou jejunostomia alimentar, sendo a reconstrução utilizando o cólon ou o estômago feita em um segundo tempo. As condições clínicas do paciente, o grau de contaminação mediastinal, bem como as condições locais dos órgãos que serão anastomosados, orientarão o cirurgião para uma operação em um ou em dois tempos4,5. A anastomose deve ser feita ao nível do pescoço, fora da área contaminada, aumentando as indicações de anastomose primária5 A existência de tecidos viáveis para uma boa anastomose é o fator mais importante para se definir a reconstrução primária4.

Nos casos mais complexos, onde é feita a esôfago-gastrectomia, a opção de reconstrução é o cólon. Geralmente, nesses casos, a operação é realizada em dois tempos, pois além do porte cirúrgico ser maior, há a necessidade do cólon estar adequadamente limpo, o que é inviável em situação de emergência."

Achei bastante interessante. Segue o link para a leitura completa do artigo sobre uma esofagectomia realizada em um paciente com perfuração esofágico.

Referência: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912007000600013
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
matheusvota



Mensagens : 5
Data de inscrição : 23/09/2014

MensagemAssunto: Re: Esôfago e Estômago   Ter Out 28, 2014 2:15 am

Professora, não sei se já foi abordado essa patologia aqui, mas achei interessante devido ao tópico apresentar duas estruturas que estão conectadas nesse sentido e em outros também. (:

"A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) é denominada, comumente, azia ou indigestão. Ocorre quando o esfíncter esofágico inferior permite que o conteúdo ácido do estômago reflua de volta para a parte distal do esôfago. Essa região do esôfago, diferente do estômago, não tem sistema robusto para proteger o revestimento mucoso. Assim, o ácido ativará as fibras de dor e resultará em desconforto e dor. Isso não é um fenômeno incomum, mesmo em indivíduos saudáveis. A longo prazo, o refluxo contínuo pode resultar em lesão da mucosa esofágica. Nesse caso, essa condição é classificada como DRGE e pode ser tratada com antagonistas do receptor H2 que reduzem a secreção gástrica ácida, como a ranitidina ou inibidores da bomba de prótons, como o omeprazol."

Esse artigo aprofunda um pouco mais a questão: http://rmmg.org/artigo/detalhes/1357
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Esôfago e Estômago   Sab Nov 01, 2014 11:58 pm

Ok, Beatriz Andrade


Beatriz Andrade escreveu:
Professora, pesquisando um pouco sobre câncer esofágico, vi que em alguns casos pode ser feita a esofagectomia. Um artigo que encontrei cita duas possíveis formas de restabelecer o trânsito do alimento no trato digestório:

"Após uma esofagectomia de urgência realizada para perfuração esofágica, o trânsito digestivo pode ser reconstruído imediatamente por meio de esôfago-gastrostomia cervical ou pode ser realizada uma esofagostomia associada a uma gastrostomia ou jejunostomia alimentar, sendo a reconstrução utilizando o cólon ou o estômago feita em um segundo tempo. As condições clínicas do paciente, o grau de contaminação mediastinal, bem como as condições locais dos órgãos que serão anastomosados, orientarão o cirurgião para uma operação em um ou em dois tempos4,5. A anastomose deve ser feita ao nível do pescoço, fora da área contaminada, aumentando as indicações de anastomose primária5 A existência de tecidos viáveis para uma boa anastomose é o fator mais importante para se definir a reconstrução primária4.

Nos casos mais complexos, onde é feita a esôfago-gastrectomia, a opção de reconstrução é o cólon. Geralmente, nesses casos, a operação é realizada em dois tempos, pois além do porte cirúrgico ser maior, há a necessidade do cólon estar adequadamente limpo, o que é inviável em situação de emergência."

Achei bastante interessante. Segue o link para a leitura completa do artigo sobre uma esofagectomia realizada em um paciente com perfuração esofágico.

Referência: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912007000600013
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Esôfago e Estômago   Dom Nov 02, 2014 12:01 am

Ok, Matheus Vota

matheusvota escreveu:
Professora, não sei se já foi abordado essa patologia aqui, mas achei interessante  devido ao tópico apresentar duas estruturas que estão conectadas nesse sentido e em outros também. (:

"A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) é denominada, comumente, azia ou indigestão. Ocorre quando o esfíncter esofágico inferior permite que o conteúdo ácido do estômago reflua de volta para a parte distal do esôfago. Essa região do esôfago, diferente do estômago, não tem sistema robusto para proteger o revestimento mucoso. Assim, o ácido ativará as fibras de dor e resultará em desconforto e dor. Isso não é um fenômeno incomum, mesmo em indivíduos saudáveis. A longo prazo, o refluxo contínuo pode resultar em lesão da mucosa esofágica. Nesse caso, essa condição é classificada como DRGE e pode ser tratada com antagonistas do receptor H2 que reduzem a secreção gástrica ácida, como a ranitidina ou inibidores da bomba de prótons, como o omeprazol."

Esse artigo aprofunda um pouco mais a questão: http://rmmg.org/artigo/detalhes/1357
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Esôfago e Estômago   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Esôfago e Estômago
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Veja quantos Boeings estão voando, voçe pode escolher até o modelo
» As nuvens estão muito baixas.
» Como os filmes estão sendo feitos‏
» Hoplon - Estúdio brasileiro recebe kit de desenvolvimento do PS3
» Chefe da SCEA diz que não está pensando no PlayStation 4 no momento

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 136 - UFPE :: CV propriamente dito-
Ir para: