Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Sex Out 24, 2014 6:37 pm

Dentes e Gengiva – Os dentes possuem o esmalte (ameloblastos), dentina (odontoblastos), cavidade pulpar, cemento, ligamento periodontal e osso alveolar. Os três últimos formam o periodonto. A dentina é um tecido duro nos dentes com tecido conjuntivo calcificado derivado do mesênquima. O esmalte é um tecido mineralizado, ainda mais duro, é a única parte do dente derivada do ectoderma. A parte do dente recoberta por esmalte é conhecida como coroa anatômica. O cemento é outro tecido conjuntivo calcificado derivado do mesênquima. A polpa dentária (cavidade pulpar) é de TCF profusamente suprido com vasos sanguíneos e fibras nervosas. O ligamento periodontal também é de TCF com fortes feixes de colágeno. O osso alveolar não possui, como os ossos do corpo, uma “organização regular” de canal de Havers e de Volkman. A gengiva possui um epitélio plano estratificado queratinizado, como mencionado anteriormente.
Glândulas Salivares – As glândulas parótidas, submandibulares e sublinguais são glândulas exócrinas compostas (ductos ramificados) bilaterais, que se desenvolvem do epitélio de revestimento da cavidade oral e se abrem nela através de ductos, e variam em suas unidades secretoras: serosas, mucosas e mistas. As glândulas parótidas são as maiores glândulas salivares, se abrem sobre a superfície interna das bochechas, são túbulo-alveolares compostas do tipo seroso. As glândulas submandibulares se abrem no assoalho da cavidade oral, são túbulo-alveolares compostas do tipo mista (mucosa e serosa). As glândulas sublinguais são túbulo-alveolares compostas do tipo mucoso. Os ductos (que se abrem na cavidade oral) são: intercalares (epitélio cúbico simples); estriados (epitélio cilíndrico simples); e excretores terminais (variando de pseudo-estratificado cilíndrico até epitélio cilíndrico estratificado). O pâncreas, por exemplo, não possui ducto estriado. Teria alguma razão?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
victor.lemos5



Mensagens : 5
Data de inscrição : 30/09/2014

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Sab Out 25, 2014 12:21 am

Professora, se não me engano, o ducto estriado tem como função, além do transporte de secreções, a reabsorção de sódio. Quando o quimo adentra o duodeno, ocorre uma diminuição do pH causada pelos ácidos graxos. Para proteger-se, o duodeno induz, pela secreção do hormônio secretina, a liberação de bicarbonato de sódio pelo pâncreas, o qual terá o efeito de aumentar o pH. Se houvesse os ductos estriado, não haveria sódio e o suco pancreático seria menos eficiente no controle do pH duodenal, o que poderia ser prejudicial ao indivíduo.

Fonte: http://www.med.umich.edu/histology/giLiver/dentPancreas.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beatriz Andrade



Mensagens : 3
Data de inscrição : 29/09/2014

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Seg Out 27, 2014 10:51 pm

Professora, achei esse relato de caso interessante sobre uma neoplasia benigna que pode acometer as glândulas salivares.
http://www.revistacirurgiabmf.com/2013/2/1.pdf
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Dom Nov 02, 2014 12:25 am

Victor Lemos
Ok

victor.lemos5 escreveu:
   Professora, se não me engano, o ducto estriado tem como função, além do transporte de secreções, a reabsorção de sódio. Quando o quimo adentra o duodeno, ocorre uma diminuição do pH causada pelos ácidos graxos. Para proteger-se, o duodeno induz, pela secreção do hormônio secretina, a liberação de bicarbonato de sódio pelo pâncreas, o qual terá o efeito de aumentar o pH. Se houvesse os ductos estriado, não haveria sódio e o suco pancreático seria menos eficiente no controle do pH duodenal, o que poderia ser prejudicial ao indivíduo.

Fonte: http://www.med.umich.edu/histology/giLiver/dentPancreas.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Alves de Farias



Mensagens : 9
Data de inscrição : 22/09/2014

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Dom Nov 02, 2014 9:31 pm

Professora, uma dúvida que me persegue desde o ensino médio: como é feita a regulação dos minerais nos dentes? Ela é semelhante à regulação ocorrida nos ossos por hormônios como tiroxina e calcitonina ou apresenta um mecanismo diferenciado?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Dom Nov 02, 2014 9:49 pm

Pedro
A manutenção da parte óssea do osso alveolar, como parte do periodonto, é o equilíbrio entre
paratormônio, osteoclastos (macrófagos) e calcitonina (célula parafolicular da tireoide), mesmo
considerando este tipo de osso com diferenças histológicas na sua distribuição, entre
lamelas concêntricas, intersticiais, Havers e Volkman.
No caso, da renovação do esmalte se faz por proliferação e diferenciação das células chamadas
ameloblastos. E a dentina, pelos odontoblastos.

Pedro Alves de Farias escreveu:
Professora, uma dúvida que me persegue desde o ensino médio: como é feita a regulação dos minerais nos dentes? Ela é semelhante à regulação ocorrida nos ossos por hormônios como tiroxina e calcitonina ou apresenta um mecanismo diferenciado?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
edenartur



Mensagens : 4
Data de inscrição : 26/09/2014

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Sex Nov 14, 2014 8:34 pm

Professora, além disso ainda se observa o equilíbrio químico presente no esmalte dos dentes de forma que a presença de H+ desloca-o para a dissociação da mesma. Por isso, a ingestão constante de refrigerantes e bebidas de pH muito baixo podem deixar os dentes mais fracos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
claradeandrade



Mensagens : 4
Data de inscrição : 24/09/2014

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Sex Nov 14, 2014 9:16 pm

Professora, ao pesquisar sobre as glândulas salivares, vi que pode ocorrer o "cálculo salivar" (sialolitíase). Quando a viscosidade e a concentração de cálcio na secreção salivar aumentam, podem surgir esses cálculos salivares, principalmente nas submandibulares. Por quais motivos essa concentração de cálcio aumentaria e de que forma ocorre essa "precipitação"? Obrigada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MateusMuniz



Mensagens : 2
Data de inscrição : 09/10/2014

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Sex Nov 14, 2014 9:47 pm

Professora, ao longo desse segundo módulo de sistema digestório, no desenvolvimento dos estudos, descobri um fato interessante e de inédito conhecimento para mim, a existência do Câncer da Glândulas Salivares. Dessa forma, algumas indagações me surgiram a mente e queria saber se a senhora poderia esclarecer-me algumas dúvidas acerca do assunto.

Existe alguma sintomatologia ou fator de risco para detecção precoce da doença?

Quais são os possíveis efeitos colaterais do tratamento, tanto no curto quanto no longo prazo? (no caso do tratamento químico)

É possível a retirada, das glândulas, cirurgicamente e manter uma vida normal?

Grato desde já,
Mateus Muniz.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
beatriz.mousinho



Mensagens : 2
Data de inscrição : 27/09/2014

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Sab Nov 15, 2014 8:48 pm

Eu fui pesquisar sobre doenças que afetem os ductos das glândulas salivares e vi que são bem comuns as mucoceles, que ocorrem quando há uma lesão ou ruptura desses ductos e o extravasamento da mucina para os tecidos vizinhos, criando um cisto. Quando ocorre no soalho da boca, ela é chamada de rânula, e geralmente envolve a glândula sublingual, mas pode ocorrer também na glândula submandibular e nas glândulas salivares menores. A origem dessa rânula pode ser infecciosa, por alguma outra lesão ou por entupimento, como os causados pelos cálculos salivares, que Clara de Andrade comentou.
Esse link tem uma foto da rânula:
http://cac-php.unioeste.br/projetos/patologia/lesoes_fundamentais/imagens_bolha/03.jpg
E nesse é possível visualizar a histologia da doença. No item 3 é possível visualizar macrófagos no interior da bolha e no item 4, material mucoide.
http://cac-php.unioeste.br/projetos/patologia/lesoes_fundamentais/imagens_bolha/03_01.jpg
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cecília Merice Leal Silva



Mensagens : 4
Data de inscrição : 24/09/2014

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Dom Nov 16, 2014 3:07 am

Boa noite, pessoal!
Como em muitos tópicos, eu sempre gosto de mostrar imagens histológicas legais e textinhos didáticos sobre os assuntos comentados aqui no CV. Hoje venho mostrar um site simples, mas que nos auxilia no estudo das Glândulas Salivares e de suas diferenças entre si!!! Bons estudos!!!
http://histologiaoraluff.blogspot.com.br/2011/10/glandulas-salivares.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cecília Merice Leal Silva



Mensagens : 4
Data de inscrição : 24/09/2014

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Dom Nov 16, 2014 3:11 am

Boa noite novamente, pessoal! Para o melhor complemento do post anterior, mando outro link que me chamou bastante atenção por revelar de forma didática a histologia dos dentes,em que vemos um pouco sobre a Dentina e o Esmalte. Bons estudos!!!
http://histologiaoraluff.blogspot.com.br/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Ter Nov 18, 2014 2:06 am

Clara de Andrade
O problema de formação de cálculos, em diferentes partes do organismo, é um fato complicado para esclarecer, devidamente, sua etiopatogenia.
É o caso de cálculos renais, de diferentes origens. O que se faz, quando são de cálcio, é um controle dietário, como a ingesta de derivados do leite,
crustáceos, etc. Mas, este controle, não impede, em absoluto sua neoformação.
Quando se tem um hiperparatireoidismo se tem um diagnóstico, quando não, os cálculos idiopáticos podem ser formados em qualquer parte
do organismo, sem etiopatogenia segura esclarecedora. Esta é a verdade.


claradeandrade escreveu:
Professora, ao pesquisar sobre as glândulas salivares, vi que pode ocorrer o "cálculo salivar" (sialolitíase). Quando a viscosidade e a concentração de cálcio na secreção salivar aumentam, podem surgir esses cálculos salivares, principalmente nas submandibulares. Por quais motivos essa concentração de cálcio aumentaria e de que forma ocorre essa "precipitação"? Obrigada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   Ter Nov 18, 2014 2:16 am

Grande Mateus Muniz
1. Tumores da parótida, submandibular e sublingual têm cada um sintomatologia diferente, e distintas. Pode cursar com aumento da secreção
ou diminuição e a dor não é obrigatória. Aliás, os tumores malignos se ocultam, na maioria das vezes, por serem silenciosos;
2. A quimioterapia é lesiva para a maioria das células do corpo, ninguém é poupado;
3. Toda extirpação cirúrgica de um órgão, previamente tumoral, gera consequências indesejáveis desta orfandade.
As glândulas salivares não fogem a esta regra. Após extirpação há perda serosa e/ou mucosa (túbulo-alveolares).
A Oncologia do nosso querido Pedro merecerá um estudo e prática profundos na melhoria da qualidade dos pacientes oncológicos, que hoje se faz.

MateusMuniz escreveu:
Professora, ao longo desse segundo módulo de sistema digestório, no desenvolvimento dos estudos, descobri um fato interessante e de inédito conhecimento para mim, a existência do Câncer da Glândulas Salivares. Dessa forma, algumas indagações me surgiram a mente e queria saber se a senhora poderia esclarecer-me algumas dúvidas acerca do assunto.

Existe alguma sintomatologia ou fator de risco para detecção precoce da doença?

Quais são os possíveis efeitos colaterais do tratamento, tanto no curto quanto no longo prazo? (no caso do tratamento químico)

É possível a retirada, das glândulas, cirurgicamente e manter uma vida normal?

Grato desde já,
Mateus Muniz.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Dentes, Gengiva e Glândulas Salivares
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» CoD:G - EXTINÇÃO - NIGHTFALL: novo trailer de história!?
» [EXTINÇÃO] Viciado com todas as melhorias do jogo, H4CK3R?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 136 - UFPE :: CV propriamente dito-
Ir para: