Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Motilidade Esofagiana (O Mecanismo de Contensão do Refluxo)

Ir em baixo 
AutorMensagem
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Motilidade Esofagiana (O Mecanismo de Contensão do Refluxo)   Qui Maio 22, 2014 5:22 pm

Motilidade Esofagiana
O Mecanismo de Contensão do Refluxo Gastroesofágico

A motilidade esofagiana, normal, exige:
1. Integridade da musculatura;
2. Integridade da inervação intrínseca;
3. Integridade vagal.
Descrevem-se três tipos de ondas do esôfago:
1. Onda primária - que inicia-se com a deglutição, no momento do relaxamento do esfíncter superior do esôfago. Desloca-se, ininterruptamente, até à cárdia, com uma velocidade que vai diminuindo progressivamente;
2. Onda secundária - Independe da deglutição e, é provocada por estímulos locais: distensão, presença de restos do bolo alimentar. Inicia-se depois da onda primária e propaga-se com a mesma velocidade, confundindo-se com ela e reforçando a propulsão;
3. Onda terciária - Contração espontânea da musculatura lisa. Não é propulsiva. É encontrada em cerca de 17% de jovens normais e em percentagem ainda maior de velhos. Aumenta quando o plexo mioentérico está comprometido, na hérnia hiatal e nos espasmos esofagianos.
QUAIS EXAMES, PARA PODEMOS AVALIAR ESTA MOTILIDADE?
FALEMOS, AGORA, da MANOMETRIA.
A manometria é o registro da pressão das contrações da musculatura do esôfago e dos esfíncteres esofágicos. Utiliza-se um conjunto de 2 ou 3 tubos de polietileno ou polivinil, com 1mm de diâmetro interno, com as extremidades distais afastadas entre si 2 ou 5cm e ligadas a manômetros elétricos, situados ao mesmo nível dos orifícios dos tubos de transmissão de pressão. Com o paciente em jejum, deitado, o conjunto é introduzido pela boca até o estômago, sobre controle radioscópico. Depois da tomada de pressão no estômago, o conjunto é retirado vagarosamente, fazendo-se uma parada a cada centímetro para registro das pressões de repouso e de deglutição. Assim, são estudados, sucessivamente, o esfíncter inferior do esôfago ou segmento de alta pressão, o corpo do esôfago, e o esfíncter superior ou faringoesofágico. Na faringe, a pressão é igual à pressão atmosférica, numa onda positiva rápida de grande amplitude; ao nível do esfíncter a pressão é positiva; no corpo a pressão de repouso é negativa, ao nível do esfíncter inferior a pressão é positiva, e no estômago a pressão de repouso é positiva.
As alterações de motilidade podem ser encontradas nas seguintes condições:
1. Divertículos do esôfago - No Divertículo de Zenker há incoordenação neuromuscular entre a contração dos constritores da faringe e o relaxamento do cricofaríngeo do que resulta aumento da pressão. A manometria mostrará uma onda positiva na faringe, duradoura de grande amplitude. Nos demais segmentos, nenhuma anormalidade;
2. Esclerodermia - Aqui as fibras são atrofiadas e há um aumento de tecido colágeno e alterações inflamatórias. A motilidade é normal no 1/3 superior onde a musculatura é estriada. Há ondas primárias de amplitude baixa e acalasia do esfíncter inferior;
3. Espasmo esofagiano - Há uma acréscimo de ondas terciárias;
4. Diabetes mellitus - Como consequência da neuropatia do sistema nervoso vegetativo e pela angiopatia degenerativa observa-se uma diminuição da amplitude da contração faringiana e diminuição da pressão de repouso do esfíncter inferior;
5. Megaesôfago - Há destruição das células ganglionares do plexo mioentérico, exemplo por etiologia da doença de Chagas. Há na manometria, contrações múltiplas, ausência de relaxamento e abertura anômala;
6. Alcoolismo Crônico - Diminuição da amplitude da onda primária e, a pressão no esôfago é inferior à do estômago
Do exposto:
1. A Manometria é utilizada com frequência?
2. Quais exames poderiam esclarecer melhor, ou contribuir, para o diagnóstico ESPECÍFICO de Divertículo de Zenker, Megaesôfago, Esclerodermia, Espasmo esofagiano, Alcoolismo crônico e Diabetes mellitus, respectivamente?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anderson Yudi



Mensagens : 6
Data de inscrição : 01/04/2014

MensagemAssunto: Re: Motilidade Esofagiana (O Mecanismo de Contensão do Refluxo)   Sab Maio 24, 2014 2:24 pm

O uso mais comum para a manometria esofágica é avaliar o esfíncter inferior do esôfago e a musculatura do corpo do esôfago em pacientes que têm doença do refluxo gastroesofágico (DRGE).Vale ressaltar,ainda, que o exame mais utilizado ,atualmente, para diagnostificar a DRGE é a avaliação concomitante da impedanciometria e phmetria.
A manometria pode ajudar a diagnosticar várias doenças do esôfago. Por exemplo, acalásia é uma condição em que o músculo do esfíncter esofágico inferior não relaxa completamente com cada deglutição. Como resultado, a comida fica retida dentro do esófago. A função anormal do músculo do corpo do esófago, também pode resultar em dificuldades na deglutição de alimentos e até de saliva. Por exemplo, pode haver falha no desenvolvimento da onda de contração muscular (como pode ocorrer em doentes com esclerodermia ) ou todo o músculo esofágico pode contrair ao mesmo tempo (como num espasmo esofágico).A manometria, revela a ausência de onda no primeiro caso, e a contração do músculo em todo o esôfago, ao mesmo tempo, ou espasmos, no segundo caso.O funcionamento anormal do músculo do esôfago também pode causar episódios de dor intensa no peito que podem imitar a dor do coração (angina ). Essa dor pode ocorrer se o músculo entra em espasmo esofágico. Em ambos os casos, a esofagomanometria pode identificar a anomalia muscular.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hélia Cannizzaro



Mensagens : 1065
Data de inscrição : 23/06/2013

MensagemAssunto: Re: Motilidade Esofagiana (O Mecanismo de Contensão do Refluxo)   Dom Maio 25, 2014 8:57 pm

Como funciona a impedanciometria, nesses casos?
A impedância do meio, por exemplo, foi fundamental para contagem de hemácias, leucócitos e
plaquetas em poucos minutos. Antigamente, tínhamos que contar essas células e corpúsculos em câmara de Neubauer com tempo muito longo de técnica que prejudicava, principalmente,
nos casos graves de Emergência que necessitam resultado de imediato. Imagine, um paciente politraumatizado, com grande perda de sangue, e da necessidade de reposição. Não dá para inventar. Hoje, esta impedância se faz, como disse, no contador Coulter.
Físico-quimicamente, o que é impedanciometria?




Anderson Yudi escreveu:
O uso mais comum para a manometria esofágica é avaliar o esfíncter inferior do esôfago e a musculatura do corpo do esôfago em pacientes que têm doença do refluxo gastroesofágico (DRGE).Vale ressaltar,ainda, que o exame mais utilizado ,atualmente, para diagnostificar a DRGE é a avaliação concomitante da impedanciometria e phmetria.
A manometria pode ajudar a diagnosticar várias doenças do esôfago. Por exemplo, acalásia é uma condição em que o músculo do esfíncter esofágico inferior não relaxa completamente com cada deglutição. Como resultado, a comida fica retida dentro do esófago. A função anormal do músculo do corpo do esófago, também pode resultar em dificuldades na deglutição de alimentos e até de saliva. Por exemplo, pode haver falha no desenvolvimento da onda de contração muscular (como pode ocorrer em doentes com esclerodermia ) ou todo o músculo esofágico pode contrair ao mesmo tempo (como num espasmo esofágico).A manometria, revela a ausência de onda no primeiro caso, e a contração do músculo em todo o esôfago, ao mesmo tempo, ou espasmos, no segundo caso.O funcionamento anormal do músculo do esôfago também pode causar episódios de dor intensa no peito que podem imitar a dor do coração (angina ). Essa dor pode ocorrer se o músculo entra em espasmo esofágico. Em ambos os casos, a esofagomanometria pode identificar a anomalia muscular.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Deise Alves



Mensagens : 3
Data de inscrição : 01/04/2014

MensagemAssunto: Re: Motilidade Esofagiana (O Mecanismo de Contensão do Refluxo)   Qua Maio 28, 2014 2:40 am

O divertículo de Zenker é considerado um pseudo-divertículo (de pulsão), pois é formado pela herniação da mucosa hipofaríngea através de uma área frágil entre as fibras oblíquas dos músculos faríngeo inferior e cricofaríngeo, em combinação com altas pressões intraluminais.
No inicio são assintomáticos, mas conforme aumentam de tamanho passam a reter alimentos e saliva, promovendo sintomas clássicos como regurgitação, principalmente quando o paciente se inclina ou deita, podendo aspirar e desenvolver um quadro respiratório associado; como tosse, broncoespasmo e pneumonias de repetição. Mais raramente, o divertículo pode tornar-se tão grande que comprime e obstrui o esôfago, resultando em disfagia mecânica e queixa de "massa cervical", podendo ser esvaziada ao pressionar o pescoço.
O exame utilizado para confirmar o diagnóstico de divertículo de Zenker é a esofagografia baritada, na qual o contraste preenche a bolsa diverticular, evidenciando a lesão. Pequenos divertículos podem se ocultar ao ficarem sobrepostos à coluna de contraste do esôfago, isso pode ser evitado rodando o paciente durante o exame.
Quando há necessidade de tratamento, procede-se uma esofagomiotomia cervical, que geralmente faz regredir a lesão. Caso contrário, deve ser ressecado com grampeador cirúrgico linear ou, por via endoscópica, fazer uma comunicação entre a luz esofagiana e o interior do divertículo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anderson Yudi



Mensagens : 6
Data de inscrição : 01/04/2014

MensagemAssunto: Re: Motilidade Esofagiana (O Mecanismo de Contensão do Refluxo)   Qua Jun 11, 2014 1:48 am

A impedanciometria intraluminar esofágica é um método que permite avaliar o movimento anterógrado e retrógado do bolo alimentar e a natureza física do bolo alimentar (sólido, liquido ou gás).Além disso, quando associado a Phmetria pode-se descobrir a natureza química (ácida, "não ácido" e "levemente ácido")do refluído.Em relação a parte física, a impedanciometria é a medida da resistência elétrica resultante entre uma corrente elétrica e o meio onde ela é gerada.
Professora, essa impedancia que a senhora disse é em relação a avaliação da contagem das células sanguíneas, em que mede a condutividade elétrica dessas células.No caso do refluxo gastroesofágico, essa impedância seria relacionada à condutividade do bolo alimentar, para sua posteriori classificação física do refluído.Além do mais, como há eletrodos vários eletrodos como mostrado no site abaixo, pode verificar-se o movimento do alimento e associar o tempo desse processo de "deglutição".
Sinceramente, não entendi essa relação do refluxo com esse viés da análise sanguínea através do contador Coulter que utiliza esse termo da impedância na análise clínica.Além disso, a impedanciometria pode ser relacionado a avaliação do esôfago(impedanciometria intraluminal esofageana) e as condições da orelha média(imitanciometria).

Foto da impedanciometria-phmetria
https://www.google.com.br/search?q=impedanciometry&espv=2&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=lbCXU9KJHpXTsASbrIGYAg&ved=0CAcQ_AUoAg&biw=1366&bih=624#q=impedanciometry+esophageal&spell=1&tbm=isch&facrc=_&imgdii=_&imgrc=LUhgNf9SCM274M%253A%3BZ5FsGS1ZEBE3wM%3Bhttp%253A%252F%252Fwww.nature.com%252Fgimo%252Fcontents%252Fpt1%252Fimages%252Fgimo31-f8.jpg%3Bhttp%253A%252F%252Fwww.nature.com%252Fgimo%252Fcontents%252Fpt1%252Ffull%252Fgimo31.html%3B280%3B290
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Motilidade Esofagiana (O Mecanismo de Contensão do Refluxo)   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Motilidade Esofagiana (O Mecanismo de Contensão do Refluxo)
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [FIXO] Bloodborne

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 135 - UFPE :: CV propriamente dito-
Ir para: