Conhecimento Virtual

Projeto Conhecimento Virtual Profa. Hélia Cannizzaro
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Qual o Gabarito? (VIII - Saúde Pública)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Lucas Simoni



Mensagens : 2
Data de inscrição : 25/10/2013

MensagemAssunto: Re: Qual o Gabarito? (VIII - Saúde Pública)   Sex Nov 22, 2013 12:57 pm

18-C

Infectividade é o nome que se dá à capacidade que tem certos organismos de penetrar e de se desenvolver ou de se multiplicar no novo hospedeiro, ocasionando infecção. Patogenicidade é a qualidade que tem o agente infeccioso de, uma vez instalado no organismo do homem e de outros animais, produzir sintomas em maior ou menor proporção dentre os hospedeiros infectados. Virulência é a capacidade de um bioagente produzir casos graves ou fatais.

A p­oliomielite é uma doença causada pelo poliovirus, que é um virus formado por uma cadeia simples de RNA do gênero Enterovírus, da família Picornaviridae. Tem três sorotipos - 1, 2 e 3 - e mede de 24-30 nm de diâmetro.O poliovirus é um vírus com alta infectividade, ou seja, ele rapidamente penetra no corpo do hospedeiro (doente) e se multiplica em 100% dos casos. Mas somente de 0,1% a 2,0% dos infectados desenvolvem a forma paralítica da doença (1:50 a 1:1000). Isso significa que a capacidade do vírus de causar uma forma importante (com paralisia) da doença é pequena. A gravidade da doença é maior quando o vírus contamina adolescentes ou adultos. Dessa forma,o vírus da poliomielite é dotado de baixa patogenicidade.A virulência do poliovírus depende da cepa e se correlaciona com o grau de duração da viremia. A letalidade da poliomielite varia entre 2 e 10%, mas pode ser bem mais elevada dependendo da forma clínica da doença. A poliomielite bulbar apresenta uma letalidade entre 20 e 60%, e a poliomielite espinhal com acometimento respiratório, entre 20 e 40%. Em imunodeficientes chega a 40%, com alta taxa de seqüela.

http://www.cve.saude.sp.gov.br/htm/hidrica/if_n_pol.htm
http://www.inf.furb.br/sias/saude/Textos/infectividade.htm
http://saude.hsw.uol.com.br/poliomielite1.htm
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
keila_lo



Mensagens : 16
Data de inscrição : 30/10/2013

MensagemAssunto: Re: Qual o Gabarito? (VIII - Saúde Pública)   Sab Nov 23, 2013 3:18 am

Questão 8 - Letra B.

 O investigador parte de indivíduos com (grupo caso) e sem doença (grupo controle) e busca no passado a presença/ausência do fator de exposição (causa), analisando os possíveis fatores associados à doença em questão. É o tipo de estudo escolhido quando se trata de doenças raras. Outras características são: é um estudo de rápida análise e baixo custo.

http://www.dpi.inpe.br/geocxnets/wiki/lib/exe/fetch.php?media=wiki:branches:epidemiologia_jussara.pdf
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cláuhan W. Santos



Mensagens : 4
Data de inscrição : 04/11/2013

MensagemAssunto: Re: Qual o Gabarito? (VIII - Saúde Pública)   Dom Nov 24, 2013 4:25 am

QUESTÃO 19
RESPOSTA:LETRA D

A criptococose é uma doença causada por leveduras que pode causar pneumonias,podendo o fungo se espalhar para o líquido cefalorraquidiano causando meningite,encefalite e aumento da pressão intracraniana.A principal forma de transmissão da doença é pelas fezes do pombo,os excrementos desses animais contém o fungo e quando secam favorecem a transmissão do patógeno pelo ar.Então é importante controlar a população dessas aves e a exposição dos humanos às suas fezes como ações preventivas contra esta doença.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arthur Cesário



Mensagens : 2
Data de inscrição : 26/10/2013

MensagemAssunto: Re: Qual o Gabarito? (VIII - Saúde Pública)   Dom Nov 24, 2013 8:01 am

15 - A

Como é citado nas outras alternativas, as vacinas injetáveis contra cólera não apresentam uma boa eficácia (menor que 50%) nem uma grande duração de imunidade (em torno de 3 meses), além de não reduzirem a taxa de infecções assintomáticas. Existem também as vacinas orais, que possuem eficácia e duração de imunidade maiores, cerca de 85% e de 3 anos, respectivamente. O uso rotineiro de vacinação não é recomendado, sendo o preparo higiênico dos alimentos e o tratamento da água para consumo medidas mais eficazes de prevenção contra cólera, já que essa doença é adquirida através de água e alimentos contaminados. Contudo, as vacinas orais são indicadas como medida complementar em situações específicas, em áreas com alto risco de infecção, ao contrário do que é afirmado na alternativa A.

http://portal.saude.gov.br/portal/saude/profissional/area.cfm?id_area=1545
http://www.cives.ufrj.br/informacao/colera/col-iv.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marília Apolinário



Mensagens : 3
Data de inscrição : 25/10/2013

MensagemAssunto: Re: Qual o Gabarito? (VIII - Saúde Pública)   Dom Nov 24, 2013 10:09 am

2 - B

A administração de vacinas com vírus inativo não prejudica nem o feto, nem a mãe, porém, é válido ressaltar que é sempre preferível evitar a vacinação de grávidas no primeiro trimestre de gestação , recomendação esta para qualquer tipo de vacina, inativada ou viva.

O ideal é que a gestante já esteja com o seu esquema de vacina completo, porém quando indicadas recomendam-se apenas vacinas inativadas que são constituídas de bactérias ou vírus que não tem capacidade de replicação e que, portanto, são mais seguras. Ampliando a discussão, em caso de vacinas com vírus não inativados deve-se levar em consideração o risco de exposição à doença e a sua gravidade tanto para a mãe como para o recém nascido e a possibilidade de ocorrência de malformações no feto devido à infecção pelo vírus vacinal.

A única vacina de rotina recomendada durante a gestação pelo Programa Nacional de Imunização, é a vacina dupla tipo adulto que protege contra a difteria e o tétano.

As vacinas contra hepatite B, hepatite A e VIP ( vacina inativada contra a poliomielite), contra o pneumococo e contra o meningococo A e C, que são constituídas por produtos inativados, quando indicadas, também poderão ser administradas nas gestantes.

Vacinas que contém vírus ou bactérias vivas a princípio devem ser contra indicadas ( varicela, sarampo, rubéola, caxumba, febre amarela e outras) exceto em situações onde o risco de adoecimento é maior que o risco teórico vacinal.

A vacinação de grávidas muitas vezes pressupõe oportunidades perdidas de vacinação da mulher antes da concepção. Por vezes, porém, a vacinação de grávidas pode beneficiar o neonato através da transferência de anticorpos via transplacentária e também via leite materno, em que pese o potencial risco desses anticorpos interferirem na resposta vacinal do lactente.

É grande o temor de vacinar gestantes devido ao risco de anomalias fetais e abortos. Poucos são os estudos randomizados e controlados que visam aferir a segurança de vacinas para uso em gestantes. São grandes as dificuldades éticas na realização dos mesmos dificultando uma adequada compreensão dos mecanismos imunológicos de resposta às vacinas em grávidas.

Fontes :
Vacinação de Gestantes - Renato de Ávila Kfouri
Vacinas e Vacinação - Guia Prático
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RodrigoBrito



Mensagens : 3
Data de inscrição : 24/11/2013

MensagemAssunto: Re: Qual o Gabarito? (VIII - Saúde Pública)   Seg Nov 25, 2013 5:13 am

Questão 18,letra D(virulência alta) ou C(virulência baixa)

O vírus da poliomielite possui uma alta infectividade,já que a capacidade do vírus de se alojar e multiplicar no hospedeiro é de 100%.Esse vírus possui, ainda, uma baixa patogenicidade, já que dentre os infectados, somente cerca de 1% desenvolve a paralisia.Por fim, não tive condições de definir o grau de virulência,já que não encontrei uma escala e dependendo do tipo do vírus a virulência(taxa de letalidade) pode aumentar ou diminuir.Entretanto, estou mais inclinado a considerando a virulência alta,visto que a letalidade da poliomielite varia entre 2 e 10%, mas pode ser bem mais elevada dependendo da forma clínica da doença. A poliomielite bulbar apresenta uma letalidade entre 20 e 60%, e a poliomielite espinhal com acometimento respiratório, entre 20 e 40%. Em imunodeficientes chega a 40%, com alta taxa de seqüela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RodrigoBrito



Mensagens : 3
Data de inscrição : 24/11/2013

MensagemAssunto: Re: Qual o Gabarito? (VIII - Saúde Pública)   Seg Nov 25, 2013 5:16 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Qual o Gabarito? (VIII - Saúde Pública)   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Qual o Gabarito? (VIII - Saúde Pública)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Qual joystick comprar??
» Qual câmera comprar?
» Qual o melhor antivirus free?
» Qual foi o melhor pouso?
» qual placa de video comprar ATI

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Conhecimento Virtual :: Medicina - Turma 134 - UFPE-
Ir para: